bbw brunette reveals her tits. tamil xxx
sex videos

Conheça a história da 1ª equipe feminina a cruzar o Pacífico remando

Em janeiro de 2016, a Coxless Crew entrava para história por ser a 1ª equipe feminina a completar à remo uma travessia do Pacífico sem apoio. A história pode ser vista no Netflix
Coxless Crew
As Coxless Crew durante a última parada em Samoa antes de chegarem à Austrália. Foto: Reprodução

Após 257 dias remando pelas águas do oceano pacífico, com paradas para abastecimento no Havaí e em Samoa, Doris, o barco à remo de 29 pés das Coxless Crew, encerrava sua épica jornada chegando à Austrália.

À bordo, a tripulação de quatro guerreiras, composta por três remadoras permanentes e três outras que foram se alternando a cada parada.

A Coxless Crew entrava para a história como a primeira equipe feminina a atravessar o Pacífico à remo.

Laura Penhaul, Natalia Cohen, Emma Mitchell e Meg Dyos, foram recebidas com grande festa ao chegarem na Marlin Marina na cidade de Queensland em janeiro de 2016, quase um ano após Doris ter partido da Ponte Golden Gate, em São Francisco (EUA) em abril do ano anterior.

Apesar de levarem três meses a mais do que o planejado originalmente, a expedição de 9.200 milhas (14.800 km) estabeleceu dois recordes mundiais: a equipe tornou-se o primeiro time feminino e o primeiro time de quatro remadoras a atravessar o Pacífico.

“Uma experiência avassaladora”

O Mapa da travessia do pacífico feita pela equipe Coxless Crew
O Mapa da travessia do pacífico feita pela equipe Coxless Crew. Foto: Reprodução

A façanha, definida por elas próprias como “uma experiência avassaladora”, foi realizada ao longo de remadas ininterruptas, que eram revezadas ao logo de turnos, onde cada dupla se alternava, dormindo 90 minutos por vez.

Cada uma consumia em torno de 5.000 calorias por dia, devorando refeições liofilizadas, barras de proteínas, chocolate, frutas ou nozes, lavadas com água do mar dessalinizada.

Durante os meses em que passaram remando isoladas em mar aberto, elas tiveram que enfrentar tempestades, problemas de comunicação, dificuldades em lidar com sentimentos e relações com familiares, trabalho e amigos que ficaram em terra firme, além de sustos com a aproximação inesperada de baleias a poucos metros do barco.

Coxless Crew
Quatro mulheres remando 257 dias pelas águas do oceano pacífico. Foto: reprodução

Uma história de superação e que serve de inspiração para todos nós e que merece ser exaltada especialmente neste Dia da Mulher.

Encharcadas pela chuva e pela água do mar, com as mãos cravadas e repletas de feridas, elas seguiram em frente e entraram para a história.

A expedição teve como objetivo arrecadar dinheiro para as instituições beneficentes Walking With The Wounded e Breast Cancer Care, dedicadas ao combate ao câncer.

Coxless Crew foi formada por:

Laura Penhaul, 32 anos, Natalia Cohen, 40 anos, Emma Mitchell, 30 anos (as três remadoras que fizeram todo o percurso, mais Isabel Burnham, 31 anos, Lizanne van Vuuren, 27 anos e Meg Dyos, 25 anos.

Toda aventura foi registrada em vídeo pelas próprias remadoras e pode ser conferida na Netflix no belo documentário chamado Losing Sight Of Shore.

Trailer de Losing Sight Of Shore
Spread the love

About the author

Da Redação

Da Redação

Aloha Spirit Club é a maior fonte de informação sobre water sports da América Latina. Nossa equipe traz até você conteúdos de qualidade e antenados com as novidades e tendências desse universo.

  • Mar e mana quadrado
    Paddles quadrado

error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.