bbw brunette reveals her tits. tamil xxx
sex videos

Unlimited: o paddleboard sem limites (para a diversão)

Com tamanhos superiores a 16, 17, 18 pés, e equipadas com leme, as pranchas de paddleboard Unlimited são a pedida certa para uma remada épica de downwind
Jamie Mitchell de paddleboard
Jamie Mitchell no downwind em posição ajoelhada. Foto: M2O/ Reprodução

Quando falamos de Downwind e as condições da natureza estão perfeitas para esse tipo de remada, não há melhor equipamento do que as gigantescas pranchas com tamanhos superiores a 16, 17, 18 pés ou mais, conhecidas como as pranchas Unlimited.

O grande diferencial desta prancha em relação às de menor tamanho, é a possibilidade maior de conectar as ondas oceânicas formadas pelos ventos.

Quando realizamos remadas em alto mar, tanto de paddleboard, quanto de SUP, buscamos ao máximo “surfar os bumps”, e se você estiver remando com uma grande embarcação, aproveitará mais as ondas, principalmente em quantidade.

Nesta coluna editorial, já abordamos a prancha de paddleboard surf  e a stock e agora analisaremos as Unlimited.

Unlimited, o paddleboard sem limites

Pranhca paddleboard unlimited 17_6 em Molokai
Patrick Winkler bem equipado com um paddleboard unlimited 17’6″ em participação na Molokai 2 Oahu. Foto: Jianca Lazarus/ M2O

Como mencionado, elas possuem tamanho acima de 16 pés, construção em formato com fundo abaulado (estilo fundo de canoa) e o mais interessante, com sistema de leme.

O leme no paddleboard é diferente do SUP. Inicialmente, no paddleboard não importa se o remador é canhoto ou destro. O leme fica na parte central e traseira da prancha e o atleta deve utilizar os pés para manuseá-lo. 

Curiosidade e benefícios do Sistema de Leme

Jamie no downwind posição deitada
Jamie Mitchell aproveitando os bumps deitado sobre a prancha (o leme é controlado com as pernas). Foto M2O/ Reprodução
  • Deitado ou ajoelhado

O Remador pode direcionar o leme tanto na posição ajoelhado quanto na deitada. Porém, descer as ondas ajoelhado, utilizando o leme, requer experiência do remador.

  • Benefícios no Downwind

Realizar manobras com as mãos requerem muito mais esforço do corpo (principalmente dos ombros) numa prancha de 18 pés, em comparação a uma de 12 pés.

O leme, além de direcionar o atleta por breves instantes, alivia os braços do remador.

  • Benéficos em outras condições

Caso a direção do vento venha mudar para o lado, vento través (ou popularmente conhecido como ‘sidewind’) , o remador pode se manter na posição deitada e segurar firmemente o leme pra um determinado lado.

Travessias

Patrick Winkler e uma Unlimited 18 pés, nas águas de São Vicente (SP).
Patrick Winkler e uma Unlimited 18 pés, nas águas de São Vicente (SP). Foto: Arquivo pessoal

As duas maiores competições do mundo são: Catalina Classic (32 milhas) e Molokai 2 Ohau (32 milhas), sendo que em ambas, a categoria principal é a Unlimited.

A primeira acontece na Califórnia, e é o evento mais tradicional do mundo na modalidade, já a segunda acontece no Havaí e é considerado o evento mais famoso do mundo.

No Brasil, a boa noticia é que o Molokabra (evento de Downwind realizado no Ceará) confirmou que além da categoria Stock no paddleboard, neste ano de 2020, também terá a categoria prone unlimited.

Equipamento

paddleboard-unlimited bark
Paddleboard unlimited19′ com sistema de leme.

A Bark é a prancha mais vendida no mundo na categoria unimited. Especificamente no caso do Leme, foi a própria empresa (liderada por Joe Bark) que inseriu as melhorias na prancha. 

O principal shaper brasileiro, Mauricio Abubakir, vem trabalhando fortemente para inserir leme em seus paddleboards unlimited. Os protótipos devem ficar prontos no primeiro semestre deste ano e terei a honra de testá-los.   

No ano de 2017, realizei a travessia solo de Molokai 2 Oahu, utilizando uma prancha unlimited, tamanho 17’6” e com o sistema de leme. 

Se por um lado ter uma prancha Unlimited requer uma logística extremamente diferenciada para o remador e também para o organizador de prova, por outro, temos uma conexão direta com a origem da modalidade (no começo só existiam as pranchas grandes) e aproveitamento ao máximo da brincadeira chamada downwind.

Aloha

Patrick Winkler

Top 6 ISA Games (campeonato mundial de paddleboard), El Salvador 2019;

Top Ten ISA Games (campeonato mundial de paddleboard), China 2018;

Top Ten ISA Games (campeonato mundial de paddleboard), Dinamarca 2017;

Molokai 2 Oahu finisher 2017.

Spread the love

About the author

Patrick Winkler

Patrick Winkler

Patrick Winkler foi atleta competitivo da natação em todas as categorias e atualmente se dedica às competições de prone paddleboard e ao free surf. Formado em administração de empresas, ele é editor-chefe da plataforma Swim Channel.

  • Mar e mana quadrado
    Paddles quadrado

error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.