Guilherme Cunha: Nova geração chega junto no Aloha Spirit Cabo Frio

Grande destaque da nova geração do stand up paddle, Guilherme Cunha rema por títulos no Aloha Spirit Cabo Frio, de 22 a 24, na Praia do Forte
Guilherme Cunha no aloha spirit festival
Apensar da pouca idade, Guilherme Cunha chega à Cabo Frio para brigar pelo título do Aloha Spirit 2019. Foto: Ale Socci

Com apenas 16 anos de idade, e já colecionando conquistas internacionais, o paulista Guilherme Cunha é o grande destaque da nova geração do stand up paddle (SUP) e pode comemorar mais dois importantes títulos na final do Aloha Spirit, o maior festival de esportes aquáticos do Mundo.

Ele é um dos nomes confirmados na etapa final, nos dias 22 a 24 deste mês, na Praia do Forte, em Cabo Frio, Região dos Lagos/RJ, e compete como vice-líder na categoria profissional, tanto na prova técnica quanto na longa distância.

Apesar da pouca idade, menos da metade de alguns experientes rivais, como Luiz Guida, o Animal, o atleta que defende Santos chega confiante, pelos resultados já conquistados. Nas duas etapas, em Ilhabela e Brasília, remou no bloco líder, definido na chegada.

Mais do que duas conquistas nacionais, também pontuando pelas duas principais ligas internacionais da modalidade, a Paddle League e a APP World Tour, Gui quer a vitória pela grande relação que tem com o evento.

Guilherme Cunha e o Aloha Spirit

guilherme cunha e rogério cunha
Gui Cunha ao lado do pai, Rogério, seu grande incentivador. Foto: Arquivo pessoal

Foi no Aloha Spirit que Guilherme Cunha começou a competir, incentivado pelo pai, Rogério Cunha, e foi ganhando experiência. “É um dos meus eventos favoritos e o que estou competindo há mais tempo. Seria muito legal conquistar esse título. O Aloha é importante pois grande parte dos atletas são amadores e isso faz com que mais pessoas sejam motivadas a começar no esporte”, afirma o jovem talento.

Já competi algumas vezes em Cabo Frio e sempre tive ótimos resultados, além de ser um lugar maravilhoso. Venho treinando bastante para essa prova, vai ser uma etapa bem disputada e onde posso virar o jogo para primeiro lugar”, ressalta o atleta, que gosta mais de competir na prova técnica.

Tenho facilidade em curvas de boias, ondas e tenho um bom equilíbrio, o que ajuda em uma disputa como essa. Porém eu treino forte para as duas e busco sempre estar bem preparado”, revela.

Destaque em provas internacionais

Guilherme Cunha pacific paddle games
Guilherme Cunha durante o PPG 2017. Atleta está entre os melhores juniores do mundo. Foto: Reprodução

Além do Aloha, ele teve conquistas internacionais, sendo vice-campeão do Battle of The Paddle 2013, na Under12 e Under18, campeão do Pacific Paddles Games 2017, na Under16 e terceiro em 2018, na Pro-Júnior.

No ano passado foi sétimo Under-18 no Mundial da ISA realizado na China, e seu último resultado foi o terceiro lugar no Carolina Cup Pro-Júnior. Já no Brasil, foi campeão nacional em todas as categorias de base – Kids, Júnior e Amador – e hoje figura entre os top 10 profissionais.

Eu treino todos os dias. Meus treinos na água são com o Paulo Prass, que vem sendo um ótimo técnico e me ajuda muito e os físicos com o João Renato, também importante nessa minha evolução”, conta Gui, também destacando a participação fundamental de seu pai.

Ele sempre me apoiou muito dentro e fora d’água, fazendo o possível e o impossível. Devo muito a ele, é meu grande parceiro para tudo”, agradece o atleta.

guilherme cunha no aloha spirit ilhabela
Gui Cunha durante a etapa de Ilhabela. Foto: Fabio Mota

O pai lembra o início da trajetória com o filho, ainda com seis anos de idade, sempre com dedicação e buscando apoios para que ele pudesse chegar ao nível atual.

Faço tudo para que ele tenha condições de treinar e competir bem. Fizemos uma parceria com a FUPES (Fundação Pro-Esporte de Santos), que se continuar para os próximos anos vai ajudar bastante. Ele ainda é bem novo, já compete em condições de igualdade com os principais nomes do País, e tem tudo para representar muito bem o Brasil”, relata Rogério.

Esporte e cultura no Aloha Spirit Cabo Frio

Além do SUP, o Aloha Spirit terá disputas no va’a, também conhecida como canoa havaiana ou polinésia, com provas nas categorias equipes, individual, duplas e a novidade a canoa V3, para três remadores.

Também a natação em águas abertas, valendo como seletiva para uma prova restrita no Arquipélago de Alcatrazes em fevereiro de 2020; o paddleboard; o surfski; o triatlhon waterman (reunindo natação, SUP e paddleboard); e a apneia estática.

Outros atrativos serão a prática de yoga, o Festival Aloha Spirit de Cinema e ações socioambientais, culturais e educativas, tendo como tema a Simbologia da Água.

O Aloha Spirit 2019 tem o copatrocínio da Riachuelo e Cerveja Enseada, com apoio da Prefeitura Municipal de Cabo Frio e Secretaria de Turismo, Projetos Mares Limpos – ONU Meio Ambiente, Menos 1 Lixo, Mormaii, Mirage e Revista Trip. Realização: Associação Magna de Desportes e produção da Ecooutdoor Sports Business.

Spread the love

error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.