Lei polinésio: o colar que é um símbolo vivo de uma tradição milenar

Símbolo de uma cultura milenar, o lei, no Brasil conhecido como “colar havaiano”, é uma das formas mais genuínas e representativas da cultura polinésia
Mulher entrega um colar havaiano
Nos dias atuais, turistas costumam ser agraciados com um lei ao desembarcaram em ilhas da polinésia, mas o significado deste colar vai além. Foto: Reprodução

O “lei”, aqui conhecido como “colar havaiano”, é um dos símbolos mais icônicos da cultura polinésia. Quando você for olhar alguma imagem que remeta a essa cultura, provavelmente verá alguém usando esse colar.

Nos dias de hoje é comum que turistas, ao desembarcarem em alguma ilha polinésia, sejam recebidos com um colar de flores. É realmente muito agradável e bonito receber flores na sua chegada, e as agências de turismo fazem questão de incluir essa experiência em seus pacotes de viagem, mas a ideia real por trás de cada lei é diferente. 

Tem o lei da guerra, o lei da mulher grávida, o lei da dança de agradecimento da colheita, o lei do homem forte, o lei de aniversário e cada ilha da polinésia tem também o seu lei específico, feito de flores diferentes. 

homem usando colar havaiano
Há um lei para cada ocasião. Inclusive para homenagear os guerreiros em suas batalhas. Foto: Reprodução

E como para cada ocasião há um lei específico, as mulheres estavam sempre trabalhando duro, na antiga sociedade havaiana, cuidando da casa e fazendo os leis de todos da família. O lei é peça fundamental para qualquer um interessado em entender a cultura havaiana, e nos dias atuais, para os moradores das ilhas, continua preservado como uma identidade única, uma marca registrada do lugar deles. 

Homens não fazem leis

mão feminina monta um colar havaiano
Somente as mulheres, por conta da delicadeza de suas mãos, são capazes de manter a magia das flores ao compor um lei – é o que diz a tradição. Foto: Reprodução

Uma curiosidade: homens não fazem leis! É o que manda a tradição, e há um sentido prático por trás dessa crença. Homens não têm mãos delicadas e, por isso, não sabem colocar a magia das flores de forma harmoniosa.

Assim, na antiga sociedade havaiana, as mulheres estavam sempre trabalhando duro, cuidando da casa e fazendo os leis de todos da família. 

O lei é peça fundamental para qualquer um interessado em entender a cultura polinésia, principalmente nas ilhas do Havaí, onde essa tradição continua preservada como uma identidade única, uma marca registrada do lugar deles.

Reza a lenda que se você, por exemplo, aparecer num bar com um lei de aniversário, qualquer havaiano legítimo imediatamente reconhece, e pode até vir a te oferecer um brinde “cortesia da casa”.

O lei é o símbolo máximo de um objetivo conquistado, ou ainda a ser alcançado. É a realização de um sonho, é a concretização do sucesso, é a forma de desejar boa sorte. O lei é aloha.

Spread the love

About the author

Da Redação

Da Redação

Aloha Spirit Club é a maior fonte de informação sobre water sports da América Latina. Nossa equipe traz até você conteúdos de qualidade e antenados com as novidades e tendências desse universo.


error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.