Balanço das finais do NY SUP Open 2019

Luiz Diniz vence a 2ª etapa do Mundial de SUP Wave e comanda o verdadeiro show que os SUP surfistas do Brasil deram ao longo do New York SUP Open. Confira um balanço das finais
Luiz Diniz vence New york sup open
Luiz Diniz comemora a merecida vitória no NY SUP Open 2019. Foto: APP World Tour

A segunda etapa do Mundial de SUP Wave da do APP World Tour, New York SUP Open, teve seu encerramento na última terça-feira (03) com um sabor especial para a torcida brasileira por conta da espetacular vitória do guarujaense Luiz Diniz.

A competição, que foi interrompida na segunda-feira (02), por conta de uma tempestade com fortes raios, que obrigou a organização a suspender as baterias, teve seu reinício com a realização da terceira rodada da categoria Feminino.

new york sup open 2019
Line up das finais: bem mais descente do que nos dias anteriores. Foto: APP World Tour

As ondas, apesar de ainda pequenas, com cerca de meio metro, estavam com uma formação excelente, bem melhor do que nos dias anteriores.

Meninas dão show nas ondas de Long Beach

A brasileira Aline Adisaka entrou em ação na segunda bateria da rodada, enfrentando duas favoritas ao título: Fiona Wylde (EUA) e Vania Torres (PER).

As três, como era de se esperar, surfaram muito bem, e a brasileira garantiu sua classificação na segunda colocação pontuando 11.56 contra 14.26 da peruana, enquanto Fiona, que até o momento liderava o ranking mundial, deu adeus à disputa.

aline adisaka new york sup open 2019
Aline Adisaka parou nas quartas de final. Foto: APP World Tour

Quem também se despediu da prova nessa fase foi a atual campeã mundial Iballa Moreno, eliminada na última bateria da rodada em disputa contra a japonesa Yuuka Horikoshi e Dominique Miller (HAV).

Nas quartas, que foram disputadas no formato “Atleta x Atleta”, Aline não conseguiu superar a multicampeã Izzi Gomez (COL) pelo placar de 9.27 x 11.53 para Izzi.

Na semifinal, uma surpresa com a eliminação da australiana Shakira Westdorp pela japonesa Yuuka Horikoshi em uma disputa bem apertada decidida pelo placar de 12.07 x 11.03.

yuuka new york sup open 2019
Yuuka Horikoshi é uma estrela em ascensão no Tour feminino. Foto: APP World Tour

Já Izzi Gomez garantiu sua vaga na finalíssima do feminino ao superar a peruana Vania Torres pelo placar de 12.7 x 14.1.

Antes da grande final do Feminino, foi realizada uma “Consolation Final” para a definição da terceira e quarta colocação entre Vania Torres e Shakira Westdorp, que levou a melhor, ficando com o bronze pelo placar de 12 x 10.33.

New York SUP Open Final Feminina

izzi gomez new york sup open 2019
Izzi Gomez mais uma vez mostrou porque é considerada a número 1 do SUP Wave. Foto: APP World Tour

Na finalíssima do Feminino, Izzi Gomez mostrou mais uma vez porque é considerada a melhor SUP surfista do mundo não dando chances para sua adversária, Yuuka Horikoshi.

Após um começo de bateria mais morno, em que a japonesa chegou a assumir a liderança, Izzi, após “aquecer as turbinas”, encaixou o surfe, virou o jogo e não deu mais chance de reação para sua adversária, ficando com o ouro pelo placar de 11.94 x 9.9.

Pódio Feminino

New York SUP Open 2019
Pódio Feminino do New York SUP Open 2019. Foto: APP World Tour

Ao final o pódio da categoria Feminino do New York SUP Open ficou definido da seguinte maneira:

1  Izzi Gomes

2 Yuuka Horikeoshi

3 Shakira Westdorp

4 Vania Torres

As brasileiras Aline Adisaka e Gabriela Sztamfer encerram da participação, respectivamente, na 5ª e 13ª colocações.

Brasileiros mostram sua força em Long Beach

matheus salazar new york sup open
Matheus Salazar quebrou durante todo o evento, e por pouco não faz a final com Diniz. Foto: APP World Tour

Nas disputas entre os homens, o SUP Wave brasileiro definitivamente mostrou sua força. Nossos atletas obtiveram as melhores somatórias desde o início da disputa e durante as finais

Porém, com o funil apertando, baixas seriam inevitáveis e nas quartas de final foram Leo Gimenes e Wellington Reis quem deram adeus à competição.

Leo foi derrotado por Poenaiki Raioha e Wellington Reis pelo também brasileiro Matheus Salazar, que avançou para a semifinal juntamente com Luiz Diniz. Entre os oito competidores que disputaram as quartas, cinco eram brasileiros!

wellington reis new york sup open
Wellington Reis parou nas quartas, em duelo equilibrado contra Matheus Salazar. Foto: APP World Tour

E por muito pouco não tivemos uma final só de brasileiros. Na primeira semi, Matheus Salazar vendeu caro a derrota para Poenaiki, pelo placar de 13.83 contra 14.07.

Já na outra semi, Luiz Diniz deu show e abriu forte a bateria. O “problema” é que o norte-americano Daniel Hughes também estava inspirado e ficou na cola do brasileiro até o último segundo. Porém, para nossa alegria, Diniz garantiu a vaga na final somando 12.9 contra 12.8 do norte-americano.

leonardo gimenes new york sup open 2019
Parando nas quartas, Léo Gimenes é outro atleta da nova geração que segue em franca evolução. Foto: APP World Tour

Antes da final do Masculino, foi realizada a bateria para a definição da terceira colocação entre Matheus Salazar e Daniel Hughes.

Matheus surfou com maestria e sacramentou sua medalha de bronze com uma excelente onda, que lhe rendeu a nota 8.1 dos juízes. Ao fim da disputa, o placar ficou 11.87 x 14.6 a favor do brasileiro.

Morando no Havaí e mais dedicado ao free-surfe, Matheus mostrou em Nova Iorque que seu instinto de competidor segue apuradíssimo.

New York SUP Open Final Masculino

luiz diniz new york sup open 2019
A vitória de Luiz Diniz foi incontestável e absoluta. Foto: APP World Tour

Após uma longa maratona de baterias, finalmente chegávamos à final do Masculino, que foi disputada entre Luiz Diniz e Poenaiki Raioha.

Para nossa alegria, brasileiro foi superior desde o início da disputa, fazendo um 6.33 e, em seguida um 8.17, surfando com fluidez e progressividade. Bolinha conseguia passar pelas sessões em alta velocidade, finalizando suas ondas sempre com uma manobra na pressão.

Poenaiki, no entanto, apensar do indiscutível talento e notório power surfe, parecia estar um pouco preso. Quando já havia passado pouco mais da metade da bateria, ele optou por trocar de prancha.

poenaiki raioha new york sup open 2019
Com a 2ª colocação na prova, Poenaiki segue na liderança do ranking mundial. Foto: APP World Tour

Mesmo assim, o taitiano não conseguiu reagir à altura e acabou colocado em combinação pelo brasileiro, que selou o destino da final ao fazer outra nota alta: 8.6, executando um pequeno aéreo e finalizando com uma rasgada na junção, jogando muita água para cima.

Final de competição e Luiz Diniz consagrado campeão do New York SUP Open 2019.

Pódio Masculino

New York SUP Open 2019
Pódio Masculino do New York SUP Open 2019. Foto: APP World Tour

Ao final o pódio da categoria Masculino do New York SUP Open ficou definido da seguinte maneira:

1 Luiz Diniz

2 Poenaiki Raioha

3 Matheus Salazar

4 Daniel Hughes

Os brasileiros Wellington Reis e Leo Gimenes terminaram a disputa na 5ª colocação; Leco Salazar e Marcio Grillo, em 9º; Caio Vaz e Bezinho Otero, em 17º; Lucas Medeiros em 25º, e Luciano Esteves em 31º.

SUP Surf Long Board e Pro Junior

fisher grant new york sup open 2019
Fisher Grant mostrou muita classe e garantiu o ouro no SUP Longboard. Foto: APP World Tour

Durante a terça-feira, também foram realizadas disputas no Pro Junior e SUP Surf Long Board.

Na Pro Junior, sem a presença de brasileiros e decidida em uma única bateria, a vitória ficou com o porto-riquenho Max Torres.

Já no Longboard, que contou com duas semifinais e uma grande final, Fisher Grant conquistou a primeira colocação em final disputada contra Zane Schweitzer (HAV), em 2º, Benoit Carpentier (FRA), em 3º, e o brasileiro Matheus Salazar, em 4º.

matheus salazar new york sup open 2019
Matheus Salazar chegou à final do SUP Longboard. Foto: APP World Tour

No Longboard Feminino, também disputado em uma única final, Lara Claydon (EUA) foi quem levantou mais alto o caneco.

Ranking mundial pós NY SUP Open

Após as disputas em Long Beach, o ranking mundial de SUP Wave se configura da seguinte maneira:

Top 10 | Ranking Masculino
Top 10 | Ranking Feminino

A próxima parada do Mundial de SUP Wave será realizada entre os dias 09 ao 17 de novembro na ilha de Barbados, no mar do Caribe.

Concluída a competição de SUP Wave, o New York SUP Open agora muda para o formato SUP Race, com provas de Técnicas, que também serão realizadas em Long Beach e de Longa Distância a ser disputada aos pés da Estátua da Liberdade.

Spread the love

About the author

Luciano Meneghello

Luciano Meneghello

Luciano Meneghello é Editor-chefe do Aloha Spirit Club. Pioneiro na produção de conteúdo direcionado a esportes de água como SUP, va'a e paddleboard, foi fundador da Revista Fluir Standup e do site SupClub e tem artigos publicados em diversos veículos do segmento, como revista Go Outside, Alma Surf, site Waves, entre outros.


error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.