NY SUP Open | Brasileiros começam fortes no Mundial de SUP Wave

Matheus Salazar faz a maior somatória do dia no New York SUP Open e brasileiros fazem boa estreia no Mundial de SUP Wave
Matheus Salazar new york sup open
Fazendo a maior somatória do dia, Matheus Salzar comandou o show brazuca nas ondas minúsculas de Long Beach. Foto: APP World Tour

Teve início neste domingo (01), em Long Beach, Nove Iorque (EUA), a segunda etapa do APP World Tour, o circuito mundial de SUP Wave.

Os melhores SUP surfistas do mundo tiveram literalmente que tirar leite de pedra nas minúsculas ondas que rolaram ao longo do dia na praia nova iorquina. Não foi exatamente o que espertamos de um campeonato mundial, mas, tendo em vista todas as dificuldades que a modalidade vem enfrentando para que se realizem eventos grande porte, fica mais fácil aceitar o mar de hoje.

Mas, indo ao que interessa, apesar das ondas decepcionantes, o show de surfe com remos foi garantido pelas performances na água e com destaque para os brazucas, que vieram em peso para a competição.

caio vaz new york sup open
Caio Vaz começou forte nas difíceis ondas que rolaram ao longo do dia. Foto: APP World Tour

Lucas Medeiros, Luiz Diniz, Caio Vaz, Wellington Reis, Leo Gimenes, Luciano Esteves, Bezinho Otero, Leco e Matheus Salazar e Marcio Grillo, mostraram a força do SUP brazuca entre os homens e Aline Adisaka e Gabi Sztamfater arrepiaram na categoria feminina.

A presença brasileira se fez sentida em números e também em desempenho. Matheus Salazar foi o dono melhor somatória do dia, 15.84, na bateria 6, empatando em pontos com o francês Benoit Carpetiner, que somou os mesmos 15.84 na bateria 3.

Mas, no caso de Matheus, a pontuação foi obtida na bateria mais forte do dia, formada somente por brasileiros. Wellington Reis, segundo colocado, somou 12 pontos, enquanto Lucas Medeiros, em terceiro, totalizou 9.1.

Luciano Esteves Martins foi o primeiro brasileiro a entrar na água, e teve pela frente um inspirado Benoit Carpentier mandando ver nos 15.84. Esteves não se encontrou na bateria e somou somente 3.96 pontos, ficando com a terceira colocação, enquanto o norte-americano Julio Hidalgo ficou com a segunda colocação, somando 8.9.

New York SUP Open
New York SUP Open. Foto: APP World Tour.

Na bateria seguinte, um duelo particular entre os brasileiros Marcio Grillo e Leo Gimenes foi a tônica da disputa. Grillo levou a maior, avançando em primeiro totalizando 12.66, enquanto Leo somou 11.24. Escalado para a bateria, o espanhol Jose Gomez não esteve presente (W.O.).

O bicampeão mundial Caio Vaz veio logo em seguida e veio forte, fazendo uma das maiores somatórias do dia – 14.1 pontos. Caio enfrentou o dinamarquês Casper Steinfath que somou 9.5 e, na terceira colocação, outra ausência, dessa vez, do filho de Jose Gomez, Sebastian, que está se recuperando de uma fratura no pé, ocorrida durante uma session em um mar gigante em Desert Point, Indonésia.

Luiz Diniz “deu o troco” em Daniel Hughes. Foto: APP World Tour

Na oitava bateria do masculino, o bicampeão mundial pela ISA, Luiz Dinz, também deu show, mandando seu repertório afiado de manobras progressivas para totalizar 11.9 pontos e, de quebra, dando o troco no norte-americano Daniel Hughes, que foi seu “carrasco” na corrida pela medalha nos Jogos Pan-Americanos de Lima.

Hughes deu trabalho, perdendo por décimos ao somar 11.63. O francês Camille Boyer ficou em terceiro somando 7.23.

Outra campeão mundial, Leco Salazar, começou forte, vencendo sua bateria pelo placar de 14 pontos, contra 8.83 da jovem promessa porto-riquenha, Max Torres, em segundo, e Randy Harris (RSA), em terceiro.

ben carpentier new york sup open
Ben Carpentier também deu show em Long Beach. Foto: APP World Tour

Bezinho Otero foi o último brasileiro a cair na água na primeira rodada, ficando com a segunda colocação ao somar 7.57 contra 12.6 do norte-americano Fisher Grant, primeiro colocado com a pontuação de 12.6. Outro norte-americano, Zachofsky, ficou na terceira colocação somando 3.63.

Entre os gringos, além de Carpentier, destaque para as atuações de Sean Poynter (EUA), Zane Schweitzer (HAV) e Poenaiki Raioha, todos com somatórias acima dos 11 pontos.

Na primeira fase, o vencedor avançou direto para o Round 3, enquanto os segundos e terceiros colocados teriam entrar novamente na água para disputar o Round 2.

New York SUP Open – Round 2

Leo Gimenes mandou muito bem no Round 2. Foto: APP World Tour

A segunda rodada do masculino também foi toda para a água e infelizmente tivemos duas baixas: Luciano Esteves Martins e Lucas Medeiros, que fizeram uma bateria quase toda composta por brasileiros, com Leo Gimenes e Casper Steinfath.

Leo avançou na primeira colocação surfando com muita desenvoltura totalizando 13.66, enquanto Casper ficou em segundo somando 9.2, contra 8.84 de Lucas Medeiros, que por pouco não conseguiu virar o resultado. Já Esteves, ficou em terceiro, somando 6.64.

Bezinho Otero carimbou seu passaporte para o Round 3. Foto: APP World Tour

Nessa rodada, disputada em baterias de quatro homens, os dois primeiros avançavam para o Round 3 e os demais deram adeus à competição.

Wellington Reis, em primeiro na bateria 2, e Bezinho Otero, em segundo na bateria 5, conseguiram classificar-se para o Round 3.

Round 3 Masculino terá nova “bateria de brasileiros”

Wellington Reis tem uma pedrada pela frente no Round 3. Foto: APP World Tour

A terceira rodada do masculino está prevista para rolar nesta segunda-feira, quando será feita uma chamada oficial pela APP World Tour. As baterias são formadas por três competidores onde os dois primeiros avançam para o Round 4 e o terceiro colocado é eliminado.

Leo Gimenes enfrenta o taitiano Poenaiki Raioha e o norte-americano Dave Boehne na bateria 01; Marcio Grillho enfrenta Benoit Carpentier (FRA) e Julio Hidalgo (EUA) na bateria 03; Caio Vaz, Matheus Salazar e Wellington Reis se enfrentam na quarta bateria, que será 100% brazuca e promete pegar fogo; Luiz Diniz enfrenta Zane Schweitzer (HAV) e Justin Holland (AUS) na bateria 05; Leco Salazar encara Julien Bouyer (FRA) e Fernando Perez (ESP) bateria 06; e Bezinho Otero fecha a rodada, na bateria 08, contra Sean Poynter (EUA) e Kieran Grant (EUA).

Disputas femininas no New York SUP Open

Aline Adisaka (de vermelho) estreou com vitória. Foto: APP World Tour

O dia também foi marcado pelas disputas femininas e nossas representantes, Aline Adisaka e Gabi Sztamfater mandaram muito bem.

Aline abriu as disputas entre as brazucas, passando sua bateria na primeira colocação (8.93) enfrentando Alazne Alonso (ESP) e Caroline Kuntzel (DIN), respectivamente segunda e terceira colocadas somando 6.84 e 5.63.

Gabi Sztamfater encarou a medalhista de prata pan-americana, Vania Torres (PER) na bateria 3, ficando com a segunda colocação, somando 6.97, contra 10.43 da peruana e 4.61 de Lisette Prado, também do Peru, na terceira colocação.

Outros destaques da rodada 01 entre as mulheres foram Izzi Gomez (COL), totalizando 11.6 em sua bateria, e Shakira Westdorp (AUS), dona da maior somatória do dia entre as mulheres: 12.56.

Gabi Sztamfater
Gabi Sztamfater encara havaiana e peruana no Round 2. Foto: APP World Tour

Já a grande surpresa foi a performance da atual campeã do mundo Iballa Moreno (ESP), que não se encontrou em sua bateria, somando 4 pontos.

Ao contrário das disputas entre os homens, as mulheres foram para água apenas na primeira rodada. Se o evento retornar na segunda, estão previstas as disputas dos Rounds 2 e 3.

Aline já está classificada para a terceira rodada e Gabi enfrentará Lucia Cosoleto (ARG) e Dominique Miller (HAV) na terceira bateria do Round 2.

Acompanhe ao vivo o New York SUP Open

O New York SUP Open pode ser acompanho ao vivo no Aloha Spirit Club. A próxima chamada está prevista para as 8h30 (horário de Brasília).

Para acompanhar o New York SUP Open ao vivo clique AQUI.

Galeria de imagens

Spread the love

About the author

Luciano Meneghello

Luciano Meneghello

Luciano Meneghello é Editor-chefe do Aloha Spirit Club. Pioneiro na produção de conteúdo direcionado a esportes de água como SUP, va'a e paddleboard, foi fundador da Revista Fluir Standup e do site SupClub e tem artigos publicados em diversos veículos do segmento, como revista Go Outside, Alma Surf, site Waves, entre outros.


error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.