Polêmica na Super Aito 2019

Em decisão polêmica, comitê organizador da Super Aito 2019, uma das mais importantes provas de va’a do mundo, pune o campeão e vice-campeão da disputa e altera o resultado da competição
Ganhou mas não levou: largada fora do local tira a vitória de Steeve Teihotaata. Foto: Digi Evolution

Encerrada no último sábado (24) a Super Aito, prestigiada prova taitiana de va’a, já está sendo reconhecida como a mais polêmica entre as 28 edições do evento.

Isso por conta de uma grande confusão que pode alterar o resultado da V1 Open masculino. O então campeão, Steeve Teihotaata, e o segundo colocado, Sly Ly Sao, foram provisoriamente desclassificados após um pedido de revisão feito pelo comitê técnico da prova.

A Super Aito 2019 contou com a participação de 100 remadores de V1. A prova é realizada através de uma travessia entre o canal que separa as ilhas de Moorea e Tahiti, com largada na praia de Temae e chegada na península de Point Vênus, em Mahina. São 34 quilômetros de remada encarando fortes ventos e um swell pesado. Grande favorito desta edição, Kevin Ceran-Jerusalemy, também foi uma das surpresas da prova. Vencedor da Te Aito realizada no mês passado, Kevin acabou chegando na quarta colocação.

Confusão na Super Aito 2019

super aito 2019
Point Vênus, local da chegada da Super Aito 2019. Foto: Gilslaine Ortas

A briga pela primeira colocação, no entanto, foi bem disputada. Após o contorno da bóia em Faa’a, as posições foram ficando mais claras e o remador da lendária Shell Va’a, Charles Teinauri, assumiu a liderança, mas seguido bem de perto por um pelotão formado por Steeve Teihotaata, Hotuiterai Poroi, Damas Ami, Kevin Ceran-Jerusalemy e Sly Ly Sao. Este grupo se manteve coeso até praticamente a chagada em Mahina.

Nos últimos quilômetros da prova, porém, Damas Ami passou a brigar pela primeira colocação, enquanto Charles Teinauri foi ficando um pouco para trás. Mas a técnica de surfe de Steeve Teihotaata fez com que o remador se sobressaísse sobre os demais, fazendo com que ele assumisse a liderança.

(Imagens FAI Va’a)

.

Pouco a pouco, Teihotaata foi abrindo cada vez mais a vantagem até cruzar a linha de chegada na primeira colocação apesar de um Sprint impressionante de Sly Ly Sao nos últimos metros da prova.

Sly Ly Sao e Damas Ami, respectivamente, em segundo e terceiro lugares. Porém, logo em seguida, um anúncio do comitê organizador trouxe uma reviravolta no curso da competição.

Punição de Steeve Teihotaata e Sly Ly Sao

damas ami super aito 2019
Damas Ami: “Ganhar no papel não é pra mim”. Foto: Arquivo pessoal

Logo após a chegada dos competidores, o comitê organizador anunciou que muitos remadores haviam feito a largada fora do lugar delimitado pela comissão técnica da Super Aito 2019, além disso, muitos também não haviam assinado o termo de inscrição.

Steeve Teihotaata foi penalizado por ter largado fora da área delimitada, enquanto Sly Ly Sao foi desclassificado por estar entre os competidores que não haviam assinado o termo de inscrição.

A decisão sobre a punição de Teihotaata gerou grande polêmica pois houve uma mudança de local decidia durante o briefing da largada, do qual o competidor não estava presente.

Alegando não ter sido informado sobre a alteração, Steeve Teihotaata recorreu da decisão, mas o recurso, no entanto, foi negado em primeira instância.

Em um vídeo postado nas redes sociais, Steeve Teihotaata expressou seu descontentamento com a situação:

A decisão de mudar o lugar da largada foi feita somente minutos antes do início da prova, porque até então, o lugar oficialmente anunciado era outro. Eles (comissão técnica) fizeram uma reunião com os competidores para pedir a sua opinião sobre a mudança do local da largada mas eu não estava no local. Não é normal mudar o início de uma prova tão longa em tão pouco tempo antes da largada”.

Apesar dos protestos, Teihotaata foi punido em 15 minutos, enquanto Sly Ly Sao foi desclassificado. Com isso, o pódio da Super Aito 2019, pelo menos por enquanto, foi definido da seguinte forma:

1 – Damas Ami
2 – Taaroa Dubois
3 – Kévin Céran-Jérusalémy

Damas Ami também usou as redes sociais para se manifestar em relação à polêmica e aos comentários depreciativos que estava recebendo por conta do resultado da prova:

Fui informado pela mídia que assumi provisoriamente a primeira colocação da Super Aito 2019 e então começaram os comentários maldosos e as críticas. Mas para os que estão questionando o resultado, não é a mim que devem direcionar suas críticas, mas ao comitê organizador.

E, por fim, em resposta a muitos sobre o que eu penso: Estou muito feliz com a minha performance e o meu terceiro lugar na água, mas ganhar no papel não é para mim. Parabéns Steeve Teihotaata e especialmente ao pequeno Sly Ly Sao!”, desabafou Damas.

Em contato com remadores ligados à Super Aito, recebemos a informação de que não há intensão aparente do comitê organizador em alterar novamente o resultado. Tentamos também contato com a organização da prova mas até o momento não obtivemos resposta.

Spread the love

About the author

Da Redação

Da Redação

Aloha Spirit Club é a maior fonte de informação sobre water sports da América Latina. Nossa equipe traz até você conteúdos de qualidade e antenados com as novidades e tendências desse universo.


error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.