Equipes de OC6 dão show no encerramento da Volta a Ilha de Porto Belo de Va’a

Equipes de Santa Catarina e Paraná marcaram presença nas águas de Porto Belo para um encerramento em grande estilo
Condições excelentes de remada marcaram o encerramento da 2ª Volta a Ilha de Porto Belo e as equipes deram show. Foto: Naideron Junior.

Cerca de 150 remadores marcaram presença na praia do centro de Porto Belo (SC) neste domingo (21) para as disputas de OC6 por equipes no encerramento da segunda edição da Volta a Ilha de Porto Belo de Va’a.

O dia amanheceu nublado mas o sol logo deu as caras e as condições de mar se mantiveram boas, com a vantagem de que os ventos sopraram mais fracos do que no sábado, quando rolaram as disputas nas canoas individuais.

O percurso também foi o mesmo foi primeiro dia, no entorno da ilha, onde as equipes da categorias Open dariam três voltas, perfazendo cerca de 15 km, enquanto as categorias Master e Mista, duas voltas, e a categoria Iniciantes, uma volta.

Tribuzana Va’a comemora a vitória na Master Masculino. Foto: Luciano Meneghello

A primeira categoria a entrar na água foi a Master Masculino e Feminino, que largaram juntas. A equipe Tribuzana Va’a fez uma grande prova e conquistou a primeira colocação liderando a disputa desde o início. Kanaloa Va’a ficou com a segunda colocação e uma equipe de Masters formada por remadores da Pa’ahana e Kanaloa fechou o pódio na terceira colocação.

Entre as mulheres, vitória da Pa’ahana, que também fez uma bela prova. Kanaloa Va’a ficou com a segunda colocação, seguida por Tribuzana Va’a, em terceiro e Kanaloa Wahine Nui, em quarto.

Visual privilegiado da incrível raia da prova. Foto: Naideron Junior

Concluídas as disputas da categorias Master, foi a vez da Open Masculino entrar em ação. Após uma largada bem parelha e uma primeira volta mais disputada, a Kanaloa Va’a assumiu a ponta e foi abrindo vantagem em relação à segunda colocada, PRG Va’a. Paraná Hoe veio em terceiro, e a partir da segunda volta começou a se aproximar da PRG Va’a, que, no entanto, soube segurar os ataques e manter sua posição.

Na quarta colocação a equipe Studio Remo, formada por remadores do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina, seguida pelo time B Open da Kanaloa Va’a.

Ao final, a mesma configuração se manteve e a vitória ficou com a equipe da Kanaloa Va’a, chegando com boa vantagem sobre as demais equipes.

Equipe Open da Kanaloa Va’a mostrou grande entrosamento coroado com uma bela vitória.Foto: Luciano Meneghello

PRG Va’a ficou em segundo, Parana Hoe, em terceiro, Studio Remo, em quarto e Open B Kanaloa Va’a, em quinto.

A Open Feminino entrou na água logo em seguida. Com a Pa’ahana Honu assumindo a liderança já na primeira volta até conseguir abrir boa vantagem e cruzar a linha de chegada na primeira colocação.

A meninas foram seguidas pela Kanaloa Va’a Wahine Nui, Kanaloa Va’a Barra e Kanaloa Tauíras, respectivamente em 2º, 3º e 4º.

A categoria Estreante Feminina foi disputadíssima. Foto: Luciano Meneghello

Terminadas as disputas da Open, a competição teve uma breve pausa para o horário de almoço e, no início da tarde, as provas tiveram seu reinício com a categoria Estreantes.

No Masculino a Kanaloa Va’a mais uma vez conquistou o lugar mais alto do pódio, sendo seguida pelos bombeiros da equipe Studio Remo, com a equipe Mandriões Pa’ahana fechando o pódio na terceira colocação.

Já a estreante Feminino protagonizou a prova mais disputada do dia.

Kanaloa Va’a B chegou com um minuto de vantagem. Porém, a briga pela segunda colocação foi dura, com Paraná Hoe, chegando em segundo em disputa apertada contra as equipes da Pa’ahana Honu e Kanaloa, respectivamente em terceiro e quarto lugares.

Equipe Mista da Kanaloa Va’a. Foto: Luciano Meneghello

E para encerrar o final de semana de provas na canoagem polinésia, as equipes Mistas entraram na água para protagonizar mais uma bela largada e a consolidação da Kanaloa Va’a como a base mais forte de Santa Catarina em termos competitivos da atualidade.

Além da grande quantidade de remadores que trouxe para o evento, ajudando a fortalecer a cena do va’a catarinense, a Kanaloa fez bonito também nos pódios e aqui também não foi diferente.

Naideron (à dir), da Mirage Canoe, recebe de Luciano Facchini, organizador do evento, uma homenagem representando todos os apoiadores da prova. Foto: Luciano Meneghello

Primeiro lugar na Mista Open, seguida de perto por Pa’ahana, em segundo lugar, Kanaloa C Mista, em terceiro, Waimea/ Tribuzana, em quarto, e Kanaloa Va’a B, em quinto.

Antes da entrega dos troféus, Nainderon Junior, da Mirage Outrigger Canoe, recebeu uma homenagem de Luciano Fachini, organizador da prova, representando todas as empresas e comerciantes que, assim como a Mirage, apoiaram o evento.

Premiação marcou o encerramento do evento. Foto: Luciano Meneghello

Feita a homenagem, foi a hora da premiação e da consagração dos remadores! Um detalhe bacana foi que todos os competidores, das equipes que subiram ao pódio, receberam um troféu cada.

Resultados completos e tempos serão disponibilizados em breve no site  Parada Esportiva.

Galeria de imagens

Fotos aéreas Naideron Junior / Fotos em terra e no mar Luciano Meneghello

A 2ª Volta a Ilha de Porto Belo de Va’a conta com patrocínio de Sicredi, Team Miragem, Ilha de Porto Belo e Life’s a Boat.

Apoiadores: Pousada Jardim Porto Belo, Pousada Vila Verde, Mar&Moto Cia Náutica, Fundação Municipal de Esportes, Armazém Bistrô, Garagem da Pizza, Panela de Barro, Fotógrafo Gilmar Castro e Supermercado Costa Esmeralda.

Organização: Pa’ahana Paddle Club e Parada Esportiva.

Spread the love

About the author

Luciano Meneghello

Luciano Meneghello

Luciano Meneghello é Editor-chefe do Aloha Spirit Club. Pioneiro na produção de conteúdo direcionado a esportes de água como SUP, va'a e paddleboard, foi fundador da Revista Fluir Standup e do site SupClub e tem artigos publicados em diversos veículos do segmento, como revista Go Outside, Alma Surf, site Waves, entre outros.


error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.