Pedrinho Weichert | Por dentro do Brasileiro de Va’a

Pedrinho Weichert apresenta seu novo vídeo sobre o Brasileiro de Va’a que rolou em Búzios, com destaque para sua briga épica com Murilo Pinheiro, do começo ao fim, pela primeira colocação

.

Começando mais um Remando com Pedrinho, dessa vez mostrando um pouco do que rolou no Campeonato Brasileiro de Va’a de canoas individuais e em duplas, que aconteceu em Búzios, onde eu competi na categoria OC-1.

Primeiro quero manifestar meu parabéns ao nosso Presidente Fagner Magalhães. Muitas das vezes reclamamos e não reconhecemos um trabalho bem feito. Parabéns CBVAA e Lima Experience pelo belíssimo trabalho.

Eu fui o primeiro a discordar da decisão tomada pela confederação ao colocar etapa única no brasileiro, e continuo achando uma decisão equivocada, mas o que vocês se propuseram a entregar, entregaram! Um brasileiro super bem organizado, com uma belíssima estrutura e segurança. Estava impecável.

Foi o brasileiro onde o campeão foi colocado à prova em todas as condições possíveis: upwind, downwind, vento lateral e até flat water. Ouvi de muitos remadores que o brasileiro poderia ser sempre decidido nessa raia.

Bom, vamos à prova. Mas uma vez já sabia que iria chegar ao limite do meu corpo, mas não tanto. Foi uma disputa do início ao fim com meu amigo Murilo Pinheiro. Dessa vez até mais apertada que o Rei de Búzios.

Pedrinho Weichert (à esq.) e Murilo Pinheiro protagonizaram uma disputa emocionante em condições épicas. Foto: Marcelo Rypl

Consegui fazer uma boa largada junto com Paulão e abrir certa vantagem dos demais atletas, mas sabia que logo quando pegasse o vento contra, eu iria sofrer e sofri! A Hurricane é uma canoa de baixo volume e nessas condições, ao invés dela flutuar sobre a água, ela bate muito. Murilo conseguiu tirar a diferença da largada e dali começaria a disputa até os metros finais.

Passamos o upwind todo “proa com proa”, entramos no downwind e a brincadeira começou. Foi um surfe muito técnico onde se descêssemos muito para esquerda, direção em que a ondulação predominantemente levava, sairíamos do local de chegada muito fácil.

Foi aquela disputa para variar até entrar no canal. Na entrada Murilo tinha dois barcos na minha frente. Tive a sorte de pegar uma onda e abrir uma pequena vantagem. Nessa hora meu batimento marcava 196 batimentos e só subia. Fui para o meio do canal para aproveitar a corrente e nessa hora estava a 14,8 de velocidade e achava que ele não me pegaria mais. Esse foi meu erro! hahaha

Tinha que ter fechado a porta e pego a prioridade de dentro, mas quando vi, a proa dele já estava na minha ama. Nesse momento o frequencímetro nem marcava mais. Ali achei que o motor ia pifar. Faltavam ainda uns 800m e uma curva para esquerda (na prioridade dele). Tirei força da onde não tinha, tentei esboçar alguma coisa, mas não deu. Murilo levou a disputa por um segundo!

Pedrinho Wiechert e Murilo Pinheiro, na reta final, remando lado a lado no canal de Búzios. Foto: Foto: Marcelo Rypl

Nessas horas ficamos meio tristes por ver a vitória tão de perto e ainda ser decidida por um detalhe. Mas depois ao conversar com meu treinador Sebastian Cuattrin, vejo que o objetivo foi alcançado. Dei o meu melhor, cheguei ao limite do meu corpo e há dois anos venho batendo na trave de um pódio no brasileiro. São cinco anos, desde que entrei no esporte, esperando o momento de estar no Top3. E agora, disputar o título até os metros, foi uma grande conquista. Parabéns Murilo Pinheiro pela vitória e pelo penta campeonato. Espero que seja o início de uma disputa muito sadia e que só o esporte ganhe com isso.

Agradecimento especial aos meus patrocinadores, Spot Brasil, Real Café, Academia Top Fitness e Landspride por acreditarem no meu sonho e tornarem possíveis.

Não posso deixar de agradecer a uma peça mais que fundamental nessa engrenagem, Sebastian Cuattrin. Obrigado treinador por todos os ensinamentos e treinos juntos. De fato, o senhor fez eu subir de patamar e entender melhor os limites do meu corpo.

Mahalo

Então é isso galera, espero que curtam o vídeo, porque foi feito com muito carinho e representa momentos de muita superação e de sofrimento também!

Alohaaa!

Spread the love

About the author

Pedro Henrique Weichert

Pedro Henrique Weichert

Pedro Henrique Weichert é atleta profissional de canoagem polinésia.


error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.