O que fazer ao avistar uma baleia durante a remada?

O início do inverno marca o começo da migração das baleias da espécie jubarte pelo litoral brasileiro. Saiba como agir se avistar uma dessas durante a remada

.

Com a popularização da canoa polinésia e do stand up paddle, cada vez mais pessoas estão indo para água e, em época de migração de baleias, encontrar com um desses magníficos animais é uma possibilidade real.

Nos últimos dias, episódios envolvendo encontros com baleias no sudeste brasileiro chamaram a atenção para esse fenômeno. E de fato é um encontro que desperta fascínio. Em um post que fizemos em nosso instagram @alohaspiritclub, reproduzindo uma filmagem feita no Rio de Janeiro, pela galera do @quebramarcanoeclub (vídeo acima), em menos de uma hora, a postagem já havia ultrapassado as 1600 visualizações.

Durante os meses de julho a setembro as baleias da espécie jubarte migram da Antártica para o litoral brasileiro rumo a Abrolhos, no sul da Bahia, onde encontram águas mais quentes para se reproduzirem e terem seus filhotes.

Jubartes são conhecidas pelo hábito de pular para fora da água. Foto: Reprodução/ IBAMA

Nessa época, cerca de 9 mil delas povoam a costa brasileira, e as aparições tornam-se comuns de Santa Cataria até o litoral da Bahia.

Avistar um animal dessa magnitude é sem dúvida uma experiência inesquecível e não há quem não se comova ao ver de perto um animal tão grande – mas ao mesmo tempo tão dócil – fazendo acrobacias surpreendentes em pleno mar, porém, é preciso ficar atento às recomendações de órgãos ambientais para que essa experiência seja a melhor possível.

Temos uma lei que exige limitações diante da aparição de uma baleia. A Portaria n° 117 do IBAMA estabelece que no caso de embarcações a remo ou a motor a uma distância mínima permitida é de 50 metros com o motor desligado e 100 metros com o motor ligado, em neutro. Veja a ilustração abaixo:

Essa mesma Portaria estabelece uma série de normas que abordam questões de segurança tanto para as baleias, quanto para quem as observa. Para ler a Portaria, clique AQUI.

O que fazer ao avistar uma baleia?

Existem normas para avistagem de baleias e golfinhos e a regra básica é não molestá-los. Veja quais são os cuidados necessários para proteger os animais e não coloca-los em risco:

  • Quando se navega, é muito importante observar alguns sinais como os pássaros atacando algum cardume de peixes, pois é possível que alguma baleia ou grupo de golfinhos esteja por perto também atacando o cardume.
  • Normalmente, a primeira coisa que se avista é o borrifo da baleia. Se isso acontecer, a primeira coisa é reduzir a velocidade do barco para menos de 12 nós.
  • Nunca se navega em rota de colisão com uma baleia, devemos nos aproximar pelo través mantendo a distância de segurança de 100 metros.
  • Importante é que nunca se deve perseguir uma baleia e nem bloquear sua passagem ficando no meio de sua rota.
  • Se a baleia decide por sua conta se aproximar do barco, e isso é comum pois muitas são curiosas, não se deve acelerar. O correto é cortar o motor ou deixar em neutro e só se afastar quando a baleia já estiver visível e a distância segura do motor.
  • Quando estamos em um canal é importante que a embarcação esteja do lado da praia ou costeira e a baleia no meio do canal, pois do contrário a embarcação poderá acabar “empurrando” a baleia para a praia ou costa, provocando seu encalhe.
  • O importante é sempre usar o bom senso e manter as distâncias seguras. Assim você verá um belo espetáculo da natureza e garantirá que o animal siga sua jornada de forma segura.

Outra fonte de informação muito interessante sobre a aproximação de baleias é o Projeto Baleia à Vista, que destaca com ilustrações a importância dos cuidados para a preservação da espécie.

Spread the love

About the author

Da Redação

Da Redação

Aloha Spirit Club é a maior fonte de informação sobre water sports da América Latina. Nossa equipe traz até você conteúdos de qualidade e antenados com as novidades e tendências desse universo.


error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.