De olho na largada!

Samir Barel fala sobre a hora da largada em competições de natação em águas abertas, um momento crucial e muito importante para se fazer uma boa prova

A adrenalina bate forte na hora da largada! Foto: Fabio Mota

Olá pessoal! Hoje vamos falar sobre um momento bastante crucial: a Largada! Controlar a ansiedade não é fácil para muitas pessoas, especialmente os iniciantes, mas vamos procurar esclarecer as principais dúvidas e fazer com que você tenha uma performance mais eficiente.

Primeiro, saber exatamente o percurso da prova, os possíveis pontos de hidratação e pontos de segurança são fundamentais antes de entrar na água e mergulhar de cabeça no seu objetivo! 

Saber a distância até a primeira boia, visualizar o máximo de pontos de referência dentro e fora da água (prédios, árvores mais altas, montanhas etc), ver para que lado está puxando a correnteza ou empurrando o vento, entre outras informações do ambiente e das condições do momento ajudam você a se preparar para o que terá pela frente. Ainda no que chamamos de “pré-prova”, não se esqueça de se informar sobre os horários da largada, pois muitas provas fazem diversas baterias separando: idade, sexo, metragem da prova.

Um erro comum é largar muito forte e após um ou dois minutos estar hiperventilando (respiração acelerada). Neste momento bate o desespero, falta fôlego e você pode comprometer toda sua prova, errando o ritmo e deixando pra trás toda sua estratégia… Por isso, aconselho sair utilizando a força e não tanto a aceleração da braçada. Controle sua respiração e intensidade de forma que não atinja seu máximo! Segure esta intensidade até encontrar um grupo de força igual ou pouco mais forte. Mantenha-se neste grupo e aí sim inicie sua estratégia de prova.

O posicionamento na hora da largada também é muito importante. Para atletas iniciantes a melhor opção é largar mais atrás e não correr o risco de contato físico, pois isso pode incomodar quem ainda não está acostumado com essa condição e com a “muvuca”. Lembre-se que mesmo sendo uma modalidade individual o contato é frequentemente na maratona aquática, ainda mais na largada onde todos estão procurando o melhor grupo, trajeto e estratégia. Análise bem os fatores mencionados no pré-prova e comece a ir adiante gradativamente.

Atletas mais rápidos e experientes já encontram seu espaço e grupo mais rapidamente. Por isso, a dica é encontrar seus adversários e sair mais próximo deles. Para os atletas mais lentos aconselho sair nas laterais, pois desta maneira poderá encontrar seu espaço e seu grupo de acordo com “afunilamento” até a primeira boia.

No início, procure navegar (realizar a respiração frontal) no máximo a cada 6 braçadas, pois com a multidão fica difícil saber quem está no trajeto certo, e aquele que neste momento fizer o caminho mais curto já terá uma grande vantagem.

É isso! Espero que vocês tenham uma largada mais eficiente e conquistem o resultado esperado!

Spread the love

About the author

Samir Barel

Samir Barel

Samir Barel é ultramaratonista aquático e já concluiu algumas das maiores, mais difíceis e prestigiadas travessias aquáticas do planeta, como o Canal da Mancha – considerado o “Monte Everest das Águas Abertas”. Seja qual for o desafio, seu lema é #SomosTODOSCapazes!



error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.