Campeonato Baiano de Surfski faz sua estreia em Salvador

Primeira etapa do inédito Campeonato Baiano de Surfski rolou no último sábado (11) em Salvador (BA). É a primeira vez que a modalidade ganha seu próprio campeonato oficial no estado

Baiano de surfski
Campeonato histórico para o Surfski baiano. Foto: Peu Fernandes

Neste final de semana aconteceu em Salvador (BA) a primeira etapa do Campeonato Baiano de Surfski. Pela primeira vez na história da Bahia o Surfski teve seu próprio campeonato estadual em curso, uma realização da Associação Baiana de Surfski, a Abaski, com o apoio dos seus associados.

E foi este apoio o que mais me chamou a atenção! Alguns meses antes do evento comecei a perceber a movimentação da galera da organização, tarefas sendo divididas por vários atletas- voluntários e uma vontade enorme de acertar. Sim… Acertaram! Fizeram uma etapa que não “deveu nada” a nenhum outro evento nacional. 

Mas voltando um pouquinho no tempo, na véspera da prova, dia 10/05, caiu uma chuva sinistra em Salvador, além de trovoadas, raios e mar revolto. O temporal durou todo o dia e continuou durante a noite, alagando até algumas ruas. A organização, que já tinha traçado um plano B, discutiu com os órgãos competentes também um plano C, tudo para garantir a segurança dos competidores.

No sábado, dia da prova, ainda era madrugada, quando o primeiro atleta postou uma saudação no “grupo” do campeonato e logo todos os outros responderam super animados. Uma energia incrível, contagiante. A esta altura o mar já estava bem mais tranquilo, a visibilidade melhorando e o que parecia impossível algumas horas antes, aconteceu. Uma largada linda, histórica. A primeira largada de um Campeonato Baiano de Surfski.

O forte apoio dos remadores do estado foi decisivo para o sucesso do evento. Foto: Peu Fernandes

A raia desafiou os competidores a todo momento, com trechos de mar liso, outros de mar mexido, downwind, upwind, maré a favor, maré contra… E tudo isso exigiu dos atletas uma boa estratégia e conhecimento de mar. Toda a parte técnica ficou sob a responsabilidade de Cláudio Britto, que só saiu do mar após a chegada do último competidor em terra. Além dele, auxiliares técnicos estavam em outras embarcações, que fizeram a segurança de água e a prova não teve nenhuma intercorrência.

CATEGORIA AMADORA

As competidoras baianas foram presença forte na categoria amadora. Foto: Reprodução

A prova dos Amadores teve 6 Km de percurso, uma volta, Porto da Barra – Bahia Marina – Porto da Barra. Confira os principais resultados:

Masculino: 

1° Antonio Saback – 36’49”

2° Armindo Barros – 38’33”

3° João Paulo Cyrino – 39’09”

4° Leandro Fon- 41’27”

Feminino:

1° Mayara Padrão – 42’21”

2° Laiana Santana – 47’20”

3° Urânica Carvalho – 48’58”

4° Maria Stella – 49’43”

CATEGORIA PROFISSIONAL

Pódio geral da Profissional da esq. para dir.: Igor Cruz (3º), Mateus Tavares (1º) e Sergio Moraes (2º). Foto: Peu Fernandes

A prova do Profissional inicialmente tinha percurso de 18 Km, alterado posteriormente para 16 Km, mantendo os competidores em uma área mais segura da Baía de Todos os Santos. O percurso passou a ser duas voltas Porto da Barra – Boião do Farol da Barra – Bahia Marina – Porto da Barra.

Uma das disputas mais emocionantes do dia foi pela primeira colocação desta categoria. Mateus Tavares largou na frente de maneira bastante forte, depois acabou perdendo a posição para Igor Cruz, de Aracaju. Ao final da primeira volta, Mateus voltou à liderança, mas teve trabalho com o Igor e o Serginho Morais, que não deram nenhum momento de folga. Igor, que vinha se mantendo na segunda posição chegou à última boia lado a lado com Serginho, mas remando mais aberto. Serginho conseguiu uma posição melhor na montagem de boia e ganhou a segunda colocação por apenas um segundo de diferença de tempo. E a gente a-do-ra quando a disputa é assim!

O resultado final da categoria principal ficou da seguinte maneira:

 TOP 10

1° Mateus Tavares – 01’14”18

2° Sérgio Morais – 01’ 14”40

3° Igor Cruz – 01’14”41

4° Bruno Machado – 01’20”39

5° Adonis Marcirio – 01’20”39

6° Cleverson Sacramento – 01’22”30

7° Adelson Barbosa – 01’23”30

8° Rogério Eirado – 01’27”06

9° José Jackson – 01’27”09

10° Tiago Linhares – 01’32”24

Principais resultados Master 40:

1° Igor Cruz – 01’14”41

2° Bruno Machado – 01’20”39

3° Rogério Eirado – 01’27”06

4° José Jackson – 01’27”09

V1R e V2R

Pódio da V1R da esq. para dir.: Leandro França (3º), Danilo Guimães (1°) e Lucas Costas (2º). Foto: Peu Fernandes

Os atletas de Canoa Havaiana foram convidados a participar do evento e foram abertas as categorias V1R masculino e feminino e V2R Mista.

Principais resultados:

V1R Masculino

1° Danilo Guimarães – 01’31”10

2° Lucas Costa – 01’35”02

3° Leandro França – 01’37”49

4° Jorge Britto – 01’38”03

V1R Feminino

1° Sinara Pazos – 01’38”03

2° Izabela Luz – 01’43”52

V2R Dupla Mista

1° Marina Penteado e Marcelo Werner – 01’30”41

2° Nara Soares e Gustavo – 01’33”49

Na chegada todos os atletas receberam, frutas, açaí da Mana, Red Bull e cerveja Sol, parceira do evento.

PRÓXIMA ETAPA

Nicole Wicks Saback atuou na locução e cobertura do evento. Foto: Peu Fernandes

A premiação aconteceu na Galeria Vivá, com entrega de troféus em formato de quadro, feitos em madeira (lindíssimos!). Todos os participantes ganharam também um amuleto Hei Matau e medalhas de participação, ambos esculpidos em madeira.

Urânia Carvalho e Bruno Machado falaram como representantes da Abaski e principais organizadores do evento.

Tivemos também a participação do vereador Duda Sanches, que é remador e foi apoiador do evento e do Vice-Prefeito de Salvador, Bruno Reis.

A festa ficou por conta do DJ TeleFunkSoul e da banda de reggae Adão Negro.

Eu me senti completamente a vontade para apresentar, fazer a locução desta prova, sobretudo, pela energia da galera, todos juntos na mesma vibração. Foi uma surpresa receber publicamente um quadro de homenagem. Se já estava feliz antes, imagina só depois desta surpresa! Só me resta agradecer ao “Movimento Surfski Bahia” pela confiança. Agora não largo mais de vocês!

A próxima etapa será realizada no mês de dezembro e em breve teremos muitas novidades.

A I etapa do Campeonato Baiano de Surfski foi uma realização da Abaski, com patrocínio da Prefeitura Municipal de Salvador.

Contou também com patrocínio da Tay Tecnologia, Duda Sanches, Nova Digital, Von Engenharia, Canoe, Portte e Cerveja Sol e com o apoio de inúmeros voluntários apaixonados pelos esportes náuticos. 

Fonte: SupBa.com.br

Spread the love

error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.