Brasileiro de Va’a Velocidade rola neste final de semana

Niterói (RJ) recebe neste feriado de páscoa o Campeonato Brasileiro de Va’a Velocidade.  Competição também fará parte da seletiva para o Mundial de Velocidade, que ocorrerá no Havaí em agosto de 2020
Visual da praia de São Francisco, em Niterói, que recentemente recebeu o Estadual de Va’a Velocidade. Foto: Pedro Plá

O Campeonato Brasileiro de Va’a (Va’a Pro Brasil) começa o ano de 2019 com a sua inédita etapa de Va’a Velocidade. O processo de escolha dos organizadores das etapas do Va’a Pro Brasil teve início em 2018, quando a Associação da Comissão Brasileira de Va’a (CBVAA) abriu Edital para seleção dos organizadores das etapas de 2.019.

A primeira etapa será realizada na praia de São Francisco, em Niterói (RJ), nos dias 19, 20 e 21 de abril 2019. Este evento tem a expectativa de contar com aproximadamente 400 atletas de diferentes estados do Brasil, distribuídos em 10 categorias, com destaque aos Para Va’a (VL1, VL2 e VL3) e a canoa Master 70 que estará pela primeira vez participando numa etapa Nacional. Ao todo, serão realizadas 112 baterias.

A competição contará com 12 raias com total de 500 metros de comprimento. Estas raias estão posicionadas na praia de São Francisco, dando oportunidade para que todos possam acompanhar as baterias e ter maior contato com o esporte.

As disputas serão divididas em distâncias de 250 m, 500 m, 1000 m e 1500 m das 07h30 as 18h00. Será a primeira vez no Brasil que uma raia será montada numa área de Baía para a realização de uma Etapa Nacional de Va’a.

Atletas e equipes tem treinado forte para essa etapa, que também fará parte da seletiva para o Mundial de Velocidade, que ocorrerá no Havaí em agosto de 2020, organizado pela Federação Internacional de Va’a.

Vanessa Soares. Foto: Laut Sports

O formato “Velocidade” ou “Sprint” tem características bem peculiares e exige um treinamento intenso e diferenciado, o que faz com que alguns atletas e equipes optem por não se dedicar a esse formato, como é o caso da equipe feminina Vênus, atual campeã Sul-Americana e Brasileira de V6, que não participará da seletiva, no entanto, algumas de suas integrantes estarão presentes na disputa, como a brasiliense Vanessa Soares, que competirá na V1 e também na V6, junto à equipe kilakila:

“A preparação para a seletiva de sprint começou em fevereiro, e foi um período de treinos intenso e dolorido. Gosto de provas de longa distância, mas quero brigar por uma vaga no mundial e espero conquistar um bom resultado. A disputa vai ser boa, muitas atletas fortes, elevando o nível da prova. Minha planilha de treinos é feita pelo treinador e atleta Paulo dos Reis.

Vou competir V1 open e oc6 open 500m e 1500m com a equipe kilakila, composta por 6 amigas e atletas de Brasília, o que facilita os treinos, a união e fortalece a unidade e amizade. Estamos levando também uma equipe Master e outra open para a disputa das vagas”, conta Vanessa.

Marcelo Lins. Foto: Reprodução

As equipes da categoria Master também vem fortes, como no caso da tradicional Poseidon Canoagem, de Santos (SP), que esse ano montou um timaço para disputar competições nacionais.

Montamos um time só com atletas de nossa cidade e isso tem criado um sentimento de união muito forte entre nós. Nossa equipe de másters conta com nomes de peso com Felipe Newman e Rogério Mendes, que talvez por ser militar, tem esse espírito de guerreiro e isso contagia a todos na canoa. Estamos indo à Niterói para brigar pelo título e pela vaga para o Mundial”, conta Marcelo Lins, que integra a equipe santista. Completam o time André Paiva, Liino C. Barbosa e Marquinhos Mendes.

Carlos Ribeiro “Chinês”. Foto: Reprodução

Carlos Ribeiro Chinês, da equipe He’e Nalu, atual campeã brasileira de V6, destaca o potencial do Brasil e o alto nível das equipes nesse formato de prova:

“Nós da He’e Nalu estamos empolgados e vamos fortes para o Brasileiro de Va’a Velocidade, mas sabemos que teremos adversários fortes. Então o que se espera são disputadas acirradas. Na categoria Sprint (velocidade) não a margem para erros e a previsão dos resultados é bem difícil.

Pessoalmente, acredito que o Brasil tem muito potencial para o Va’a velocidade, porém por falta de campeonatos temos pouca experiência tanto nas técnicas quanto na organização desse tipo de evento. Espero que de agora em diante tenhamos campeonatos nacionais e regionais de Va’a velocidade todos os anos e tenho certeza que com isso vamos evoluir muito e cada vez mais representar melhor o Brasil no exterior nesta modalidade”, destaca. Inetgram o time da He’e Nalu os remadores Max, Chinês, Leão, Sanson, Murilinho e Henrique.

O Va’a Pro Brasil agradece seus patrocinadores e apoiadores, principalmente a Prefeitura de Niterói, a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, Pedeuclube, Rumo, Canoas Mirage, Best Western Plus Icaraí, Canoe Brasil e SGA. Agradecemos também aos organizadores Mauna Loa, Bra Va’a e a Live.

As Próximas Etapas do Va’a Pro Brasil estão programadas para ocorrer em:

15 e 16/06: Va’a Pro Brasil – Etapa Nacional Maratona de Individual e Dupla (Búzios/RJ)

13 e 14/07: Va’a Pro Brasil – 1º Etapa Nacional Maratona de OC6 e Clubes (São Sebastião/SP)

14 e 15/09: Va’a Pro Brasil – 2º Etapa Nacional Maratona de OC6 e Clubes (Vitória/ES)

Spread the love

About the author

Da Redação

Da Redação

Aloha Spirit Club é a maior fonte de informação sobre water sports da América Latina. Nossa equipe traz até você conteúdos de qualidade e antenados com as novidades e tendências desse universo.


error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.