Waterman Triatlo: a disputa dos atletas mais versáteis nas águas do Aloha Spirit Festival

Waterman Triatlo, que mescla três modalidades de water sports, será uma das atrações do Aloha Spirit Festival. Experiência e versatilidade são fundamentais para conseguir sucesso nessa prova
Natação, SUP e Prone Paddleboard: Aquele que se sobressair nessas três modalidades fica com o título.

Que praticante de qualquer modalidade aquática não cobiçaria um título tão imponente quanto o de Waterman? Mas o que é um waterman? Conceitualmente qualquer pessoa que tem amor excessivo pela água e se sente muito à vontade nesse ambiente, pode, de certa forma, se considerar um verdadeiro waterman.

Mas dentro do maior festival de esportes aquáticos da América Latina, a prova de Waterman Triatlo é composta pela natação em águas abertas, SUP e prone paddleboard.

Um desafio intenso, com duração media de 25 minutos para os primeiros colocados e com alternância de líderes durante a competição.

Thiago Pustiglione. Foto: Ale Socci

O Waterman Triatlo foi introduzido no Aloha Spirit Festival no ano de 2015, na tradicional etapa de Ilhabela. Desde então, a prova vem sendo regularmente disputada em todos os eventos do festival.

Ao analisar os vencedores da categoria, percebemos bastante diferença entre os atletas individualmente e é isso que torna o desafio tão interessante. Confira o histórico:

  • Etapa Ilhabela/SP 2015         vencedor: Thiago Pustiglione (Ilhabela/SP)
  • Etapa Vitoria/ES 2015           vencedor: Patrick Winkler (SP)
  • Etapa Ilhabela/SP 2016         vencedor: Thiago Giacomelli  (São Sebastião /SP)
  • Etapa Parati/RJ 2016             vencedor: Patrick Winkler (SP)
  • Etapa Salvador/BA 2016       vencedor: Thiago Giacomelli  (São Sebastião /SP)
  • Etapa Ilhabela/SP 2017          vencedor: Patrick Winkler (SP)
  • Etapa Cabo Frio/RJ 2017       vencedor: Thiago Giacomelli  (São Sebastião /SP)
  • Etapa Salvador/BA 2017       vencedor: Claudio Britto (Salvador/BA)
  • Etapa Ilhabela/SP 2018         vencedor Rogério Mendes (Santos/SP)
  • Etapa Brasília/DF 2018         vencedor: Patrick Winkler (SP)
  • Etapa Cabo Frio/RJ 2018       vencedor: Claudio Britto (Salvador/BA)
Patrick Winkler. Foto: Reprodução/ Aloha Spirit Festival

Cinco atletas subiram ao pódio em onze edições dessa prova. Entre eles, o maior vencedor da prova waterman é Patrick Winkler, atleta que defendeu a seleção brasileira de prone paddleboard por três vezes no ISA Games e tem longo histórico na natação.

Já o preparador físico Thiago Giacomelli é surfista local de Maresias e tem excelentes resultados no SUP race e na canoa polinésia.

O renomado atleta de Santos, Rogério Mendes tem vasto currículo no triathlon/ironman e atualmente é o campeão brasileiro de canoa havaiana na modalidade OC1.

Thiago Giacomelli. Foto: Carla Falleiros

O guarda-vidas Thiago Pustiglione, primeiro campeão da categoria no Aloha, sempre apresentou bons resultados no SUP race, e na natação já defendeu fortes times, como o Unisanta de Santos.

O baiano Claudio Britto foi o melhor remador de paddleboard do Brasil por muitos anos, além de colecionar títulos na natação de águas abertas e também na canoa polinésia.

Para além dos campeões acima citados, vale destacar o nadador brasiliense Tiago Sato, que vem subindo de produção a cada prova, e o vicentino Theo “Cabeleira”, filho de Rogério Mendes e revelação do Longboard nacional que também está tomando gosto por esse modelo de prova.

Sinara Pazos Britto. Foto: Fabio Mota

Já as mulheres ainda são minoria na categoria, porém, a tendência é que esse número aumente cada vez mais com a popularização da modalidade.

Até então, normalmente vemos competidoras que já estão fazendo o Aloha e decidem experimentar o Waterman fazendo bonito, como é o caso de Raquel Daoud, remadora de destaque tanto no SUP Race, quanto na Canoa Polinésia.

Porém, quando falamos de paddleboard e natação feminina em águas abertas, é impossível não falarmos de Sinara Pazos Britto, uma verdadeira “waterwoman” e maior colecionadora de títulos do Waterman no Aloha Spirit Festival.

Rogério Mendes. Foto: Reprodução/ Aloha Spirit Festival

VERSATILIDADE

Quando analisamos o histórico dessa prova, percebemos que os vencedores que tem perfis diferentes, e que praticam com destreza e regularidade diversas modalidades aquáticas.

Claudio Brito. Foto: Reprodução/ Aloha Spirit Festival

O veterano Patrick Winkler destaca a importância dessa versatilidade: “No ambiente competitivo sou reconhecido pelos resultados no prone paddleboard e na natação, mas excuto com muita regularidade o SUP (tanto em prancha 12”6 quanto 14 pés) além do tradicional e constante surf de Longboard no litoral paulista todos os finais de semana”, comenta Patrick.

Não adianta ser extraordinário numa modalidade e um atleta medíocre em outra, que não vai funcionar. Para ter sucesso na prova Waterman, o atleta tem que demonstrar habilidade em todas as modalidades aquáticas”, acrescenta Winkler.

Raquel Daoud. Foto: Reprodução/ Aloha Spirit Festival

A prova Waterman tem 500m de natação, 1km de SUP e 1km de prone paddleboard. Nesta próxima etapa de Ilhabela 2019, desafio será no sábado dia 13/04 às 13h00, com transmissão ao vivo no Aloha Spirit Club.

E você? Não quer testar suas habilidades aquáticas em diversas modalidades? Venha se desafiar no Waterman Triatlo do Aloha Spirit Festival 2019.

Please follow and like us:

About the author

Da Redação

Da Redação

Aloha Spirit Club é a maior fonte de informação sobre water sports da América Latina. Nossa equipe traz até você conteúdos de qualidade e antenados com as novidades e tendências desse universo.


error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.