Waterman Triatlo: a disputa dos atletas mais versáteis nas águas do Aloha Spirit Festival

Waterman Triatlo, que mescla três modalidades de water sports, será uma das atrações do Aloha Spirit Festival. Experiência e versatilidade são fundamentais para conseguir sucesso nessa prova
Natação, SUP e Prone Paddleboard: Aquele que se sobressair nessas três modalidades fica com o título.

Que praticante de qualquer modalidade aquática não cobiçaria um título tão imponente quanto o de Waterman? Mas o que é um waterman? Conceitualmente qualquer pessoa que tem amor excessivo pela água e se sente muito à vontade nesse ambiente, pode, de certa forma, se considerar um verdadeiro waterman.

Mas dentro do maior festival de esportes aquáticos da América Latina, a prova de Waterman Triatlo é composta pela natação em águas abertas, SUP e prone paddleboard.

Um desafio intenso, com duração media de 25 minutos para os primeiros colocados e com alternância de líderes durante a competição.

Thiago Pustiglione. Foto: Ale Socci

O Waterman Triatlo foi introduzido no Aloha Spirit Festival no ano de 2015, na tradicional etapa de Ilhabela. Desde então, a prova vem sendo regularmente disputada em todos os eventos do festival.

Ao analisar os vencedores da categoria, percebemos bastante diferença entre os atletas individualmente e é isso que torna o desafio tão interessante. Confira o histórico:

  • Etapa Ilhabela/SP 2015         vencedor: Thiago Pustiglione (Ilhabela/SP)
  • Etapa Vitoria/ES 2015           vencedor: Patrick Winkler (SP)
  • Etapa Ilhabela/SP 2016         vencedor: Thiago Giacomelli  (São Sebastião /SP)
  • Etapa Parati/RJ 2016             vencedor: Patrick Winkler (SP)
  • Etapa Salvador/BA 2016       vencedor: Thiago Giacomelli  (São Sebastião /SP)
  • Etapa Ilhabela/SP 2017          vencedor: Patrick Winkler (SP)
  • Etapa Cabo Frio/RJ 2017       vencedor: Thiago Giacomelli  (São Sebastião /SP)
  • Etapa Salvador/BA 2017       vencedor: Claudio Britto (Salvador/BA)
  • Etapa Ilhabela/SP 2018         vencedor Rogério Mendes (Santos/SP)
  • Etapa Brasília/DF 2018         vencedor: Patrick Winkler (SP)
  • Etapa Cabo Frio/RJ 2018       vencedor: Claudio Britto (Salvador/BA)
Patrick Winkler. Foto: Reprodução/ Aloha Spirit Festival

Cinco atletas subiram ao pódio em onze edições dessa prova. Entre eles, o maior vencedor da prova waterman é Patrick Winkler, atleta que defendeu a seleção brasileira de prone paddleboard por três vezes no ISA Games e tem longo histórico na natação.

Já o preparador físico Thiago Giacomelli é surfista local de Maresias e tem excelentes resultados no SUP race e na canoa polinésia.

O renomado atleta de Santos, Rogério Mendes tem vasto currículo no triathlon/ironman e atualmente é o campeão brasileiro de canoa havaiana na modalidade OC1.

Thiago Giacomelli. Foto: Carla Falleiros

O guarda-vidas Thiago Pustiglione, primeiro campeão da categoria no Aloha, sempre apresentou bons resultados no SUP race, e na natação já defendeu fortes times, como o Unisanta de Santos.

O baiano Claudio Britto foi o melhor remador de paddleboard do Brasil por muitos anos, além de colecionar títulos na natação de águas abertas e também na canoa polinésia.

Para além dos campeões acima citados, vale destacar o nadador brasiliense Tiago Sato, que vem subindo de produção a cada prova, e o vicentino Theo “Cabeleira”, filho de Rogério Mendes e revelação do Longboard nacional que também está tomando gosto por esse modelo de prova.

Sinara Pazos Britto. Foto: Fabio Mota

Já as mulheres ainda são minoria na categoria, porém, a tendência é que esse número aumente cada vez mais com a popularização da modalidade.

Até então, normalmente vemos competidoras que já estão fazendo o Aloha e decidem experimentar o Waterman fazendo bonito, como é o caso de Raquel Daoud, remadora de destaque tanto no SUP Race, quanto na Canoa Polinésia.

Porém, quando falamos de paddleboard e natação feminina em águas abertas, é impossível não falarmos de Sinara Pazos Britto, uma verdadeira “waterwoman” e maior colecionadora de títulos do Waterman no Aloha Spirit Festival.

Rogério Mendes. Foto: Reprodução/ Aloha Spirit Festival

VERSATILIDADE

Quando analisamos o histórico dessa prova, percebemos que os vencedores que tem perfis diferentes, e que praticam com destreza e regularidade diversas modalidades aquáticas.

Claudio Brito. Foto: Reprodução/ Aloha Spirit Festival

O veterano Patrick Winkler destaca a importância dessa versatilidade: “No ambiente competitivo sou reconhecido pelos resultados no prone paddleboard e na natação, mas excuto com muita regularidade o SUP (tanto em prancha 12”6 quanto 14 pés) além do tradicional e constante surf de Longboard no litoral paulista todos os finais de semana”, comenta Patrick.

Não adianta ser extraordinário numa modalidade e um atleta medíocre em outra, que não vai funcionar. Para ter sucesso na prova Waterman, o atleta tem que demonstrar habilidade em todas as modalidades aquáticas”, acrescenta Winkler.

Raquel Daoud. Foto: Reprodução/ Aloha Spirit Festival

A prova Waterman tem 500m de natação, 1km de SUP e 1km de prone paddleboard. Nesta próxima etapa de Ilhabela 2019, desafio será no sábado dia 13/04 às 13h00, com transmissão ao vivo no Aloha Spirit Club.

E você? Não quer testar suas habilidades aquáticas em diversas modalidades? Venha se desafiar no Waterman Triatlo do Aloha Spirit Festival 2019.

Spread the love

About the author

Da Redação

Da Redação

Aloha Spirit Club é a maior fonte de informação sobre water sports da América Latina. Nossa equipe traz até você conteúdos de qualidade e antenados com as novidades e tendências desse universo.


error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.