Remando e correndo pelo Desafio Projeto Levi Social

Marcelo Santisteban (remando de SUP) e Rodrigo Aldeia (correndo) pretendem completar os 150 km do entorno de Florianópolis em ação integrada ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo. Você também pode ajudá-los “doando km”
Marcelo Santisteban realiza o desafio em 2018. Foto: Arquivo pessoal

 

Neste sábado, 06 de abril, Florianópolis (SC) recebe a segunda edição do Desafio Projeto Levi Social (Levando Ensino, Vida e Inclusão), evento integrado a uma ação mundial pelo Dia Mundial de Conscientização do Autismo, que ocorre todo ano, no dia 02 de abril.

O desafio tem como proposta estimular a atividade física e chamar a atenção da sociedade para a questão do autismo promovendo o engajamento a causas sociais.

A primeira edição do Desafio Projeto Levi aconteceu em 2018, quando o remador Marcelo Santisteban juntou-se ao amigo e corredor Rodrigo Aldeia para completar o desafio de dar a volta à ilha de Florianópolis em 24h de forma ininterrupta.

A ideia do desafio foi criada por Rodrigo e sua esposa, Débora, e leva o nome do filho do casal, Levi, que é autista. Em seguida, Marcelo abraçou a causa e ambos se propuseram a encarar o desafio, que teve um apoio acima do esperado: “Eu não tinha noção da proporção que esse desafio iria tomar”, relata Débora em relação ao feedback positivo que a ação recebeu em 2018.

Marcelo Santisteban e Rodrigo Aldeia. Foto: Arquivo pessoal

Rodrigo, correndo, e Marcelo remando de SUP, juntaram forças para que as distâncias percorridas por ambos, somadas, completassem os 150 km que compreendem a circunferência de Floripa.

Na primeira edição, no ano passado, completamos 150 km onde a distância foi executada pela somatória dos dois, neste ano, porém, pretendemos aumentar a quilometragem. Quero chegar aos 100 km de remada, mas como não há uma janela para a realização da remada (o desafio tem que ser feito no dia 06, independente das condições do mar), ficarei um pouco à mercê do clima”, conta Marcelo que tem como meta concluir o desafio em 24h.

No caso do remador, haverá uma equipe aquática que irá acompanha-lo para garantir sua segurança no mar, da mesma forma que Rodrigo também contará com um staff de apoio. A proposta é que os dois sejam acompanhados por outros remadores e corredores remadores que se revezarão em alguns trechos apoiando ambos e “doando km”.

DOE SEUS QUILÔMETROS

Pessoas de todo o mundo podem participar da ação “doando seus km”, basta percorrer uma distância na corrida ou na remada, por exemplo, e registrá-la em sua rede social marcando o @projetolevisocial e usando as hastags #diamundialdoautismo e a #projetolevisocial.

Confira o vídeo

Para mais informações acesse Facebook/ Projeto Levi Social

Spread the love

About the author

Da Redação

Da Redação

Aloha Spirit Club é a maior fonte de informação sobre water sports da América Latina. Nossa equipe traz até você conteúdos de qualidade e antenados com as novidades e tendências desse universo.


error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.