Paddleboard | Câmara de Manhattan Beach aprova instalação de estátua

A Câmara Municipal de Manhattan Beach, Califórnia (EUA), aceitou por unanimidade a proposta de instalação permanente de uma estátua em homenagem ao paddleboard e à icônica Catalina Classic
Imagem 3D reproduzindo como será a estátua. Foto: Reprodução

A Câmara Municipal de Manhattan Beach, Califórnia (EUA), aceitou por unanimidade a proposta feita pelos membros do South Bay Boardriders Club para a instalação de uma estátua de bronze em homenagem ao paddleboard e à icônica Catalina Classic, prova fundada em 1955 e realizada regularmente na região com largada em Two Harbors, na Ilha de Catalina, de onde os competidores de paddleboard remam por 32 milhas até chegar ao píer de Manhattan Beach.

A estátua, que será instalada no calçadão da praia, reproduzirá um paddleboard de 18 pés de altura sendo segurado por um homem em pé, cercado de cada lado por um homem e por uma mulher remando, cada um em tamanho natural. Os remadores estarão voltados ligeiramente para o norteste, perfeitamente alinhados como se estivessem diretamente em frente à ilha de Santa Catalina.

Tom Horton, presidente do South Bay Boardriders Club, declarou que a iniciativa visa chamar a atenção para um esporte e uma competição que são únicos e tem grande influência na região.

“Prone Paddleboarding tem raízes profundas na Baía do Sul e Manhattan Beach em particular”, disse Horton.

Tom Horton, presidente do South Bay Boardriders Club, discursa na Câmara durante votação do projeto. Foto: Kevin Cody

O Paddleboard foi oficialmente criado em 1928, quando o salva-vidas Tom Blake começou a adaptar as então pouco conhecidas pranchas havaianas de surfe para o salvamento aquático. Quatro anos depois convenceu alguns de seus colegas a testar a utilidade do equipamento remando da Península de Palos Verdes até a Ilha Catalina. As pranchas eram feitas de madeira maciça, mais lentas e menos manobráveis; Blake ainda iria revolucionar a produção de pranchas trazendo uma série de inovações, entre elas, o advento da quilha.

Em 1955, a Câmara de Comércio de Manhattan Beach e o salva-vidas local Bob Hogan organizaram uma corrida de Catalina até o Píer de Manhattan Beach. Nascia então a Catalina Classic.

Horton ressaltou a importância do salva-vidas californiano Tom Blake, a quem é atribuída a criação do paddleboard  e de uma série de inovações que iriam mudar para a sempre a evolução de todos os esportes de prancha. Foto: Arquivo Surf Museum.

Horton disse que a competição se mostrou extraordinariamente desafiadora e lembrou da participação do lendário water man Greg Noll, que se perdeu no nevoeiro e foi parar no píer de petróleo de El Segundo.

Apesar disso, o presidente da South Bay Boardriders Club relatou que a prova foi um grande sucesso. Dois anos depois, estima-se que 57 mil espectadores, incluindo estrelas famosas de Hollywood, apareceram no píer para testemunhar a chegada dos competidores em Manhattan Beach.

O comitê responsável pela instalação da estátua dará início a um projeto de captação de recursos. De acordo com os remadores, a escultura deverá ter um custo aproximado de cem mil dólares, que deverá ser custeado pela iniciativa privada. No entanto, a câmara sinalizou favoravelmente a uma participação público-privada à concretização da iniciativa, ajudando na conclusão do projeto.

About the author

Da Redação

Da Redação

Aloha Spirit Club é a maior fonte de informação sobre water sports da América Latina. Nossa equipe traz até você conteúdos de qualidade e antenados com as novidades e tendências desse universo.

Add Comment

Click here to post a comment

error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.