SUP em Pipeline | Lucas Medeiros confirmado como alternate do Backdoor Shootout

Brasileiro está cotado para competir na categoria SUP Wave em uma das competições de surfe mais importantes de Oahu
Lucas (à esq.) ao lado de Eddie Rothman e do brasileiro Wiggoly Dantas durante a cerimônia de abertura realizada no último sábado (30) em Pipeline. Foto: Arquivo pessoal

Com janela de espera de 04 a 16 de janeiro, a mítica onda de Pipeline, na costa norte de Oahu, Havaí, recebe mais uma edição do Da Hui Backdoor Shootout in memory of Duke Kahanamoku.

O evento, que é realizado anualmente na onda mais cobiçada e temida do mundo, é diferente da maioria das competições de surfe tradicionais e a única realizada em Pipeline e Backdoor aberta a diversas modalidades de surfe.

Ao longo de quatro dias de disputa serão realizadas competições de surfe shortboard, longboard, bodysurf e SUP. Sem dúvida uma das competições que mais preservam o verdadeiro espírito do surfe e que simboliza uma homenagem dos Da Hui, como são conhecidos os locais do North Shore, ao pai do surfe moderno, Duke Kahanamoku.

Cerimônia de abertura do Da Hui Backdoor Shootout in memory of Duke Kahanamoku. Foto: Lucas Medeiros

A competição, no entanto, é fechada e somente convidados (havaianos em sua grande maioria) podem participar. Raríssimas exceções incluem nomes de fora e em 2019 pela primeira vez na história do evento um brasileiro foi cotado para participar da competição de SUP.

O capixaba Lucas Medeiros chamou a atenção da comunidade local em sua última temporada havaiana por conta de suas performances em Oahu e Maui e que incluiu uma indicação ao prêmio “Wave of the Winter” numa das raras vezes em que ondas surfadas por SUP surfistas foram incluídas na disputa.

Nesta temporada, o brasileiro segue puxando os limites do surfe com remo, como mostra essa sequência registrada pelo fotógrafo Bidu Correia em um dia grande e pesado em Rocky Point:

Lucas Medeiros, Rocky Point. Foto: Bidu Medeiros

Sobre a queda, o brasileiro comenta: “Nesse dia eu caí em Gas Chamber e Rocky Point. Estava grande e muito bom. Normalmente lá quebra surfável até quatro pés, mas vinham séries de até dez pés com formação muito boa. Fiz esse drop despencando do lip, e completei um ‘tubo reto’, consegui sair e a galera se amarrou“, revela o capixaba.

Lucas será o primeiro alternate da disputa de SUP, ou seja, caso algum dos convidados não compareça ao evento, o brasileiro será o primeiro da lista a entrar.

Ele conta que o convite surgiu a partir de uma conversa do Top brasileiro Wiggolly Dantas com o “Xerife do North Shore” e idealizador do evento, Eddie Rothman, que curte stand up paddle:

O Wiggolly é muito respeitado aqui no North Shore e normalmente fica hospedado na casa de Eddie Rothman. Quando fizeram a lista de convidados, ele falou de mim para o Eddie que concordou em me colocar como primeiro alternate. Pra mim é uma honra! Se tudo der certo, terei o privilégio de surfar Pipeline e Backdoor com somente mais cinco cabeças na água! Um sonho!”, conta Medeiros.

O Da Hui Backdoor Shootout in memory of Duke Kahanamoku foi oficialmente aberto no último sábado (30) com uma bela cerimônia de abertura que contou com a presença de respeitados membros da comunidade havaiana.

Please follow and like us:

About the author

Luciano Meneghello

Luciano Meneghello

Luciano Meneghello é Editor-chefe do Aloha Spirit Club. Pioneiro na produção de conteúdo direcionado a esportes de água como SUP, va'a e paddleboard, foi fundador da Revista Fluir Standup e do site SupClub e tem artigos publicados em diversos veículos do segmento, como revista Go Outside, Alma Surf, site Waves, entre outros.


error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.