Guia da remada noturna

Apresentamos cinco dicas fundamentais para aproveitar suas noites de verão remando com segurança que irão enriquecer e tornar segura a sua experiência de remada após o pôr do sol

Com a chegada da estação mais quente do ano, muita gente aproveita o horário de verão para dar uma remada no final de tarde, após a saída do trabalho. O pôr do sol e suas cores oferecem momentos únicos de contemplação da natureza, mas, muitas vezes deixa um “gostinho de quero mais”, afinal, nem todos estão dispostos a remar durante a noite.

Remar nas noites de verão é uma atividade muito bacana, sobretudo nas noites de lua cheia. Porém, para que tudo ocorra da melhor maneira possível, listamos algumas dicas de segurança que irão tornar a experiência mais segura. Confira.

LOCALIZAÇÃO

Escolher a localização adequada é o primeiro passo para uma experiência segura e divertida. Uma baía calma ou lago são locais ideais para uma sessão noturna. Certifique-se de verificar a previsão do tempo antes, intensidade dos ventos e chuvas (principalmente trovoadas). Isso é mandatório para quem vai fazer uma remada noturna. Lembre-se de que a sua visão estará limitada e que você está lidando com elementos da natureza muito mais poderosos do que você!

Cuidados como um roteiro de remada pré-definido, uso de localizadores e iluminação são indispensáveis pra realizar uma remada noturna bem sucedida. Foto: Reprodução

PLANEJE SUA ROTA

Uma medida de segurança inteligente é planejar sua rota e informar alguém em terra qual será seu percurso e tempo de retorno esperado. Assim, em qualquer eventualidade, as pessoas saberão quais são os locais onde você estará na calada da noite. E, claro, planeje uma rota “fácil” para sua remada noturna.

TRAZER UM LOCALIZADOR

Se durante o dia já importante sair para remar com um telefone ou um localizador GPS, durante a noite torna-se indispensável. Em um caso de emergência, comunicar-se com alguém em terra firme pode fazer toda a diferença.

Remada noturna sob a lua cheia na Lagoa do Violão, em Torres: Baias abrigadas e lagoas são ambientes mais indicados para esse tipo de remada. Foto: Guilherme Zanchi

LUZES

Toda embarcação que trafega pela noite é obrigada a usar algum tipo de iluminação e, ainda que um SUP ou uma canoa não sejam descritos claramente na legislação de tráfego aquaviário como um tipo de embarcação, podem ser interpretados como tal.

No entanto, cumprir a lei não deve ser o único motivo pelo qual você deve portar algum tipo de luz quando rema durante a noite, afinal, a segurança é e sempre será a prioridade.

Na escuridão da noite, um barco motorizado de grande porte navegando em velocidade moderada não terá condições de visualizar remadores que não estejam utilizando algum tipo de iluminação.

Existem no mercado opções de iluminação a prova d’água para serem acopladas em fitas na cabeça, no peito ou na prancha. Canoas maiores como no caso da OC6 podem usar uma iluminação tradicional de barcos.

REME EM GRUPO

Por questões de segurança, recomenda-se que remadas noturnas sejam feitas em grupo. Além disso, você há de concordar comigo que compartilhar uma experiência como essa, entre amigos, será sempre uma boa ideia!

Spread the love

About the author

Luciano Meneghello

Luciano Meneghello

Luciano Meneghello é Editor-chefe do Aloha Spirit Club. Pioneiro na produção de conteúdo direcionado a esportes de água como SUP, va'a e paddleboard, foi fundador da Revista Fluir Standup e do site SupClub e tem artigos publicados em diversos veículos do segmento, como revista Go Outside, Alma Surf, site Waves, entre outros.


error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.