PASA 2018 | Race Brasileiro está na final do Pan-Americano

Com 100% de aproveitamento, equipe brasileira de SUP Race garante vaga nas finais dos Jogos pan-Americanos de Surfe e SUP com ótima atuação nas eliminatórias técnicas
Luiz Guida “Animal” (à dir.) bota pra baixo durante sua bateria. Foto: Latinwave

Os brasileiros Luiz Guida “Animal”, Lena Guimarães Ribeiro, Jessika “Moah” e Vinnicius Martins entraram em ação nos Jogos Pan-Americanos de Surf e SUP na manhã desta sexta-feira (07) em Punta Rocas, Lima, Peru, para as disputas classificatórias do SUP Race Técnico e todos garantiram uma vaga para a finalíssima que rola neste sábado (08) que definirá, além do título, uma vaga para os Jogos Pan-Americanos de Lima em 2019.

GALERIA DE IMAGENS – AQUI

Os brasileiros Luiz Guida “Animal”, Lena Guimarães Ribeiro, Jessika “Moah” e Vinnicius Martins entraram em ação nos Jogos Pan-Americanos de Surf e SUP na manhã desta sexta-feira (07) em Punta Rocas, Lima, Peru, para as disputas classificatórias do SUP Race Técnico e todos garantiram uma vaga para a finalíssima que rola neste sábado (08) que definirá, além do título, uma vaga para os Jogos Pan-Americanos de Lima em 2019.

Os brasileiros Luiz Guida “Animal”, Lena Guimarães Ribeiro, Jessika “Moah” e Vinnicius Martins entraram em ação nos Jogos Pan-Americanos de Surf e SUP na manhã desta sexta-feira (07) em Punta Rocas, Lima, Peru, para as disputas classificatórias do SUP Race Técnico e todos garantiram uma vaga para a finalíssima que rola neste sábado (08) que definirá, além do título, uma vaga para os Jogos Pan-Americanos de Lima em 2019.

As provas foram divididas em quatro baterias, duas masculinas e duas femininas, disputadas em um circuito delimitado por boias em meio às ondas, no inside, e mais para fora, para além da arrebentação, concluído em três voltas que totalizavam 5.6 km.

A primeira categoria a largar foi a masculina. O brasileiro Luiz Guida “Animal” estava nessa bateria e fez uma excelente largada, porém, de acordo com a organização, alguns atletas largaram antes do sinal e uma nova largada precisou ser feita.

Vinnicius Martins liderou a prova de ponta a ponta. Foto: Latinwave

Dessa vez, Animal não largou tão bem e precisou fazer uma prova de recuperação. Foi uma tarefa árdua, pois o brasileiro tinha como adversários Itzel Delgado (PER), Zane Schweitzer (EUA) e norte-americano Giorgio Gomez, que está no Peru representando a Colômbia.

Giorgio, que é irmão da campeã mundial Izzi Gomez, é mais conhecido por competir no SUP Wave, sendo Top da APP World Tour por vários anos, porém, em Punta Rocas ele mostrou vigor nas remadas de race e disputou a primeira colocação ao longo de toda a prova contra Schweitzer e Delgado, formando um pelotão de elite separado dos demais competidores, até cruzar a linha de chegada na primeira colocação.

Itzel Delgado ficou com a segunda colocação, seguido por Zane Schweitzer, em terceiro.

Guida, porém, garantiu sua vaga para a final chegando na quinta colocação (classificaram-se oito por bateria).

Na outra bateria do Masculino, Vinnicius Martins fez uma largada muito boa, mantendo-se na liderança até a reta final sem ser ameaçado. Fernando Stalla do México foi o segundo colocado, e em terceiro o peruano Tamil Martino.

FEMININO

Lena ao lado de Lina Augatis e April Zig. Foto: AP

Na primeira bateria do feminino houve uma mudança no desenho da prova e as competidoras fizeram a largada de dentro da água.

A brasileira Jessika “Moah” largou bem e liderou a prova até a segunda volta, quando foi alcançada pela tricampeã argentina Juliana Gonzales. As duas passaram a alternar a liderança e abriram boa vantagem das demais competidoras, porém, na última volta, a argentina conseguiu assumir a ponta cruzando a linha de chegada na primeira colocação, com Moah logo atrás em segundo. Na terceira colocação, mais uma atleta do Peru, Giannisa Vecco, para a alegria da torcida local.

Fechando a rodada de SUP Race do dia, a tricampeã brasileira Lena Guimarães Ribeiro encarou duas competidoras de peso no cenário internacional: April Zig (EUA) e Lina Augatis (CAN).

Moah e Juliana Gonzales travaram um emocionante duelo ao longo da bateria. Foto: Latinwave

Lena largou bem e logo assumiu à frente junto à canadense e à norte americana. Mas April soube aproveitar muito bem as ondas a seu favor e assim abrir boa vantagem das demais competidoras para conquistar a primeira colocação. Lena veio logo atrás, em segundo e Augatis, em terceiro.

CLASSIFICADOS PARA FINAL DE SÁBADO

Equipe brasileira de SUP Race Técnico. Foto: Latinwave

Ao final das disputas classificaram-se para a final de sábado os seguintes atletas:

MASCULINO

SEMI 01

1 – Giorgio Gómez (COL)

2 – Itzel Delgado (PER)

3 – Zane Schweitzer (EUA)

4 – Carlos Gómez (ECU)

5 – Luiz Carlos Guida “Animal” (BRA)

6 – Omel Garcia (PUR)

7 – Fernando Amaral (MEX)

8 – Matias Leguizamon (ARG)

SEMI 02

1 – Vinnicius Martins (BRA)

2 – Fernando Stalla (MEX)

3 – Tamil Martino (PER)

4 – Franco Faccin (ARG)

5 – Daniel Hughes (USA)

6 – William Cruz (PUR)

7 – Michael Darbyshire (CAN)

8 – Francisco Hernández (VEN)

FEMININO

SEMI 01

1- Juliana Gonzales (ARG)

2- Jessika  “Moah” (BRA)

3- Nimsay Garcia (PUR)

4- Giannisa Vecco (PER)

5- Ariel Amaral (CAN)

6- Carla Pérez (CHI)

7- Mariana Carrasco (MEX)

8- Edimar Luque (VEM)

SEMI 02

1- April Zig (EUA)

2- Lena Ribeiro (BRA)

3- Lina Augatis (CAN)

4- Maricarmen Rivera (PUR)

5- Valeria Salustri (CRI)

6- Natalia de la Lama (ARG)

7- Alejandra Brito (MEX)

8- Isabella Gómez (COL)

SUP WAVE, SHORTBOARD E LONGBOARD

Após as emocionantes disputas de SUP Race Técnico, com destaque para a bela atuação dos brasileiros (reportagem completa aqui), os Jogos Pan-Americanos de Surf e SUP deram continuidade às baterias eliminatórias nas categorias Open Surfe Masculino, e as semifinais das categorias Longboard Masculino e Feminino e SUP Wave ao longo de toda a sexta-feira.

Os melhores scores do dia foram definidos da seguinte maneira: o brasileiro Robson Santos, no Shortboard, pontuou 13.50; no Longboard Masculino,  Benoit Clemente, do Peru, marcou 15.83 pontos, enquanto no Longbard feminino a brasileira Chloé Calmon alcançou os 14.00 pontos. Ela encontrará a brasileira Atalanta Batista na finalíssima do longboard. Já o brasileiro Phil Rajzman, infelizmente, parou na semi.

Luiz Diniz deu mais um show de SUP Surf e segue forte na competição. Foto: AP

No SUP Wave, o havaiano Zane Schweitzer, representando os EUA, foi o dono da maior somatória: 15.93, mas os brasileiros Luiz Diniz e Caio Vaz também mandaram muito bem.

Caio chegou a dar um susto na torcida brasileira. Ao errar manobras simples, Caio ficou na última colocação por quase toda a bateria, até que na última onda fez uma alta pontuação, avançando para a primeira colocação e garantindo um lugar na semifinal de sábado, onde encontra Luiz Diniz na mesma bateria. Os dois enfrentarão Tamil Martino (PER) e Zane Schweitzer.

Chloé Clamon está na final do Longboard junto com Atalanta Batista. Foto: AP

Já a outra semifinal do SUP Wave masculino será disputada entre Jeffrey Spencer (CAN), Daniel Hughes (EUA), Giorgio Gomez (COL) e Finn Spencer (CAN).

SÁBADO DECISIVO

Neste sábado (08) serão definidos todos os campeões do Pan-Americano de Surfe e SUP.

A competição tem início previsto para às 7h00 da manhã (10h no horário de Brasília) e terá início com as finais de SUP Race técnico.

ACOMPANHE AO VIVO

O evento Pan-Americano de Surfe e SUP pode ser acompanhado ao vivo no AlohaSpiritClub.com.br, mídia oficial do PASA 2018.

MATÉRIAS RELACIONADAS

Brasileiros dão show em dia intenso

SUP Wave Brazuca mostra sua força

Competidores recebem inédita preparação olímpica

SUP Wave faz sua estreia nesta quarta

Pan-Americano tem início com boas ondas

Desfile das Nações abre o Pan-Americano

Brazucas desembarcam em Lima

PASA 2018 | Confira a programação

Entrevista com Karin Sierralta, presidente da PASA

Please follow and like us:

About the author

Luciano Meneghello

Luciano Meneghello

Luciano Meneghello é Editor-chefe do Aloha Spirit Club. Pioneiro na produção de conteúdo direcionado a esportes de água como SUP, va'a e paddleboard, foi fundador da Revista Fluir Standup e do site SupClub e tem artigos publicados em diversos veículos do segmento, como revista Go Outside, Alma Surf, site Waves, entre outros.


error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.