Paraná Hoe | Dia das crianças com um toque polinésio

No feriado do dia das crianças, clube de va’a Paraná Hoe realiza ação para levar brinquedos à garotada nativa de ilhas da bacia de Paranaguá
Remadores do Paraná Hoe confraternizam com as crianças nativas: “Queremos ampliar essa ação a mais ilhas”. Foto: AP

O último dia das crianças teve um sabor especial para garotada nativa das ilhas de Piaçaguera e Eufrasina, localizadas na bacia de Paranaguá, litoral do PR.  Isso porque os remadores do clube de va’a Paraná Hoe organizou um mutirão para levar brinquedos às crianças dessas duas ilhas durante o feriando de Nossa Senhora da Aparecida.

Johnatha Vaz, o capitão do Paraná Hoe, conta que as ilhas localizadas na baia de Paranaguá são constantemente visitadas por eles durante as remadas do clube cuja se localiza em Paranaguá. Com o passar do tempo, um laço de amizade foi se estabelecendo entre os remadores e os nativos das ilhas.

Vaz conta que sempre que as canoas chegam às ilhas, as crianças são as primeiras a se aproximarem, sempre muito receptivas e curiosas a saber mais sobre aquelas embarcações.

Canos aportadas e presentes entregues. Foto: AP

Foi então que surgiu a ideia de retribuir um pouco daquela alegria que os remadores recebem sempre que aportam nas ilhas. O grupo então contactou as escolinhas das ilhas de Piaçaguera e Eufrasina para coletar os nomes das crianças nativas e então Vaz propôs aos membros do clube que cada um a apadrinhasse uma criança.

Ao todo, 60 nomes foram definidos, 26 de uma ilha, e 24 de outra ilha. O clube conseguiu um barco de apoio para levar os presentes enquanto os remadores partiram, remando de OC-6, rumo às ilhas para fazer as entregas.

Algumas crianças já sabiam que iria rolar essa ação e quando nos aproximamos das ilhas, você já via algumas nos esperando na praia, com grande agitação. Foi gratificante demais!“, conta Johnatha.

Primeiro os remadores presentearam as crianças da ilha de Piaçaguera e depois partiram para Eufrasina, que fica um pouco mais afastada.

Johnatha (de preto) faz a entrega dos presentes: “Foi gratificante demais”. Foto: AP

Em Eufrasina, Vaz conta que não teve tempo hábil para combinar um ponto de encontro e nem definir uma pessoa responsável para organizar a entrega. Então, quando chegaram à ilha, foram conversar com um pescador e descobriram que o nome de seu filho estava na lista.

O pescador então, pediu para que aguardassem um pouco e foi trazer seu filho. Em pouco tempo retornou com seu filho juntamente de várias crianças nativas da ilha vieram para receberem seus presentes.

A ideia é levar essa ação a mais ilhas e trazer mais pessoas para ajudar nessas ações sociais porque aqui na região precisa muito. E eu falo porque u já passei por isso. Quando eu comecei na escolinha de canoagem eu e os outros garotos sempre ganhávamos presentinhos e era algo que nos trazia muita alegria. E é muito bom poder fazer isso com essa garotada“, revela Johnatha Vaz.

A ação promovida pelo clube Paraná Hoe contou com a parceria do @studiolucianazanini, dos remadores das Equipe KSA, Itiberê de Remo, Caveiras do Remo e Robalos do Itiberê, dos grupos de trilhas @bagresdomato e @aventure_se_pgua.

Para saber mais sobre o Paraná Hoe acesse: Facebook/ Paraná Hoe

Custom Gallery: images not found

Spread the love

About the author

Luciano Meneghello

Luciano Meneghello

Luciano Meneghello é Editor-chefe do Aloha Spirit Club. Pioneiro na produção de conteúdo direcionado a esportes de água como SUP, va'a e paddleboard, foi fundador da Revista Fluir Standup e do site SupClub e tem artigos publicados em diversos veículos do segmento, como revista Go Outside, Alma Surf, site Waves, entre outros.


error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.