Brasileiro de SUP | Campeões definidos em Campo Grande

Vinni Martins e Lena Guimarães garantem o título brasileiro de SUP race, enquanto Arthur Santacreu e Aline Adisaka ficam com a vitória nos Jogos Urbanos do Interior
Competidores e organizadores comemoram a conclusão de mais um ano de circuito brasileiro. Foto: Fabio Mota/ CBSUP

Após um sábado de disputas intensas chega ao fim a última etapa do Circuito Brasileiro de SUP Race da CBSUP. Os Jogos Radicais Urbanos reuniram a nata do stand up paddle brasileiro em disputas no formato “Sprint” realizadas no lago do Parque das Nações Indígenas no coração de Campo Grande (MS), dentro de uma estrutura muito elogiada pelos atletas.

Ao longo do dia foram realizadas diversas baterias entre todas as categorias do brasileiro (confira as chaves AQUI). Os primeiros colocados iam avançando até uma última bateria que definiria o campeão do evento.

Lena Guimarães Ribeiro e Vinnicius Martins consagram-se campeões brasileiros de SUP race após um ano com excelentes resultados. Foto: Américo Pinheiro.

Lena Guimarães e Vinnicius Martins chegaram a Campo Grande como líderes do circuito e com boas chances de conquistar o título. A Lena bastava um quarto lugar, e a Vinni uma segunda colocação para que ambos conquistassem o campeonato brasileiro de 2018.

Aline Adisaka e Arthur Santacreu: os mais rápidos em Campo Grande. Foto: Américo Pinheiro

FINAIS FEMININAS

Nas finais da profissional 12’6” as mulheres realizaram um “melhor de três”, em que os três melhores resultados seriam computados para a definição da primeira colocada.

Aline Adisaka, mostrando mais uma vez um surpreendente domínio da modalidade Sprint, venceu duas das três finais, sendo a outra vencida por Jessika Moah.

Já Lena Guimarães ficou com dois terceiros lugares e uma segunda colocação, resultado que lhe garantiu o título brasileiro de 2018.

Aline ficou com vitória na etapa (e a vaga para o Mundial da ISA) e Jessika Moah ficou com a segunda colocação e com o vice-campeonato do circuito brasileiro.

Mulherada remando forte em Cabo Frio. Foto: Fabio Mota / CBSUP

O resultado final da Profissional 12’6″ Feminino da prova ficou assim:

1 – Aline Adisaka
2 – Lena Guimarães
3 – Jessica Moah
4 – Aline Abad
5 – Mel Figueiredo
6 – Ysttefany Moraes

 FINAL MASCULINA

Antes da final masculina, foi realizada uma “final B” entre os remadores que não se classificaram para a finalíssima.  Nessa bateria, os resultados foram os seguintes:

1º Gabriel Ortiz, 2º Lucas Belchior, 3º Marinho Cavaco, 4º Rafael Maia, 5º André Paiva, 6º Lino Crisvaldo.

Definida a “Final B”, foi a vez da “Final A” do Masculino Profissional entrar em ação. Largaram Arthur Santacreu, David Leão, Vinnicius Martins, Gui Thawirê e Guilherme dos Reis e foi uma final de alto nível como era esperado.

Tuca Santacreu estava “On Fire” ao longo do evento. Foto: Fabio Mota / CBSUP

Tuca Sancreu largou muito bem e disparou na liderança, deixando claro que a briga, na verdade, seria pela segunda colocação. E aí a coisa se embolou de verdade com David Leão, Vinnicius Martins e Guilherme dos Reis muito próximos uns dos outros por praticamente todos os 200 metros da raia. Mas, ao final, foi David Leão quem cruzou a linha de chegada na segunda colocação seguido por Vinni Martins em terceiro, Guilherme dos reis em quarto e Gui Thawirê em quinto.

Com o resultado, Vinnicius Martins conquistou merecidamente seu primeiro título brasileiro, após uma temporada com quase 100 % de aproveitamento.

O Top 10 do SUP Race Profissional da prova ficou assim:

1 – Arthur Santacreu
2 – David Leão
3 – Viniciius Martins
4 – Guilherme dos Reis
5 – Guilherme Thawire de Souza
6 – Gabriel Ortiz
7 – Lucas do Carmo Belchior
8 – Mario cavaco Neto
9 – Rafael Maia
10 – André Paiva

DEMAIS CATEGORIAS

Disputas fortíssimas em praticamente todas as categorias. Foto: Fabio Mota / CBSUP

Ao longo do dia uma série de categorias entrou em ação em baterias igualmente disputadíssimas e eletrizantes.

Na 14 Pés, que a partir de 2019 será a categoria profissional do circuito, a vitória ficou com o brasiliense Rafael Maia, sempre muito forte nesse formato de competição, confirmou seu favoritismo, além de ter se destacado também na profissional 12’6″, onde ficou entre os Top 10 da prova. Rodrigo César ficou com o vice-campeonato da categoria seguido por Cirano Ribeiro, em terceiro, e Gabriel Vilarinho, em quarto.

Entre os Masters, a primeira colocação ficou com Alex Araujo seguido bem de perto por Crisvaldo Lino, em segundo lugar, e Andre Paiva em terceiro.

Nas categorias amadoras, Cauê Rocha foi o grande campeão da 12’6″ Masculino, completando o pódio com Leonardo Gastão, em segundo, Marcelo Rebua, em terceiro e Zeba Vilas Boas, em quarto. Já entre as Amadoras da 12’6″, Iasmim Moraes foi a vencedora, com Libera Coppeti, em segundo, Yana Rocha, em terceiro e Julia Florentino na quarta colocação.

Na outra categoria amadora que é a porta de entrada para as competições, a Fun Race, o pódio ficou com Paulo Eduardo Luchner, na primeira colocação, Gustavo dos Santos, em segundo e Luis Claudio Alves, terceiro. No Fun Race Feminino, Gabriela Cristina foi a grande vencedora, seguida por Julia Florentino, em segundo e Monica Luchner, em terceiro.

Em breve faremos novas atualizações sobre a prova e o ranking brasileiro assim que os resultados oficiais forem divulgados.

MATÉRIAS RELACIONADAS

Tudo pronto em Campo Grande

O fator Arthur Santacreu

Os títulos nacionais já estão decididos?

Spread the love

About the author

Da Redação

Da Redação

Aloha Spirit Club é a maior fonte de informação sobre water sports da América Latina. Nossa equipe traz até você conteúdos de qualidade e antenados com as novidades e tendências desse universo.



error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.