Ativista rema de Munique ao Mar Negro pela limpeza das águas

Expedição de 2476 km, que fez parte do projeto batizado de “Pure Water For Generations”, é uma inciativa do alemão Pascal Rösler, em prol da despoluição dos rios

O empreendedor e ativista aquático Pascal Rösler completou na última semana uma jornada de 63 dias de remada partindo de Munique, na Alemanha, através dos rios Isar e Danúbio, até chegar ao Mar Negro.

O objetivo da expedição de dois meses, batizada de “Pure Water For Generations”, era chamar a atenção para o crescente problema de poluição em nossos oceanos e rios e também para levantar o debate sobre a necessidade de tornar a água do Rio Danúbio novamente potável.

Rösler conta que se inspirou na campanha ‘Let My People Go Surfing’, criada pelo fundador da marca Patagôgina, Ivon Chouinard, para nortear seu ativismo.

“Esta campanha teve um profundo efeito sobre mim e levantou uma questão: ‘O que eu realmente queria alcançar durante meu tempo na Terra? Meu sonho era começar minha própria organização focada na água. Em 2016, durante uma viagem de remo no Lago Sternberg, tive a ideia de juntar Euros por cada quilômetro que eu remava para ajudar a financiar projetos de água em todo o mundo”, conta.

A poluição ao longo do Danúbio, infelizmente, se fez notada por todo trajeto. Foto: Reprodução

De acordo com Rösler, apenas algumas décadas atrás, as águas do Danúbio eram totalmente potáveis. Hoje se encontram poluídas e buscar soluções para reverter essa situação foi o mote para sua expedição de 2467 km de remada.

Para concluir o desafio em dois meses, o ativista remou, em média, de 8 a 10 horas por dia. Em suas paradas, sempre conversava com os locais, que sempre lembravam os tempos em que as águas do rio eram limpas. No entanto, a maioria acredita ser impossível reverter a situação em que o Danúbio se encontra.

Para Pascal, porém, essa desesperança aumenta ainda mais a urgência para a realização de ações em prol da limpeza das águas do rio e isso o motiva a seguir em frente com seu projeto.

Graças a sua jornada ao Mar Negro e às doações recebidas, um curta-metragem documentando a excursão de 63 dias será exibido em 25 cinemas da Europa, alcançando mais de 3.000 pessoas.

Esta semana ele irá remar em um dos afluentes do Danúbio, o Salzach com a missão de aumentar a conscientização da população sobre o desperdício e incentivar uma forma mais sustentável de usar os recursos hídricos.

Como diria Chico Science: “Um passo a frente e você não está no mesmo lugar”.

 

 

 

Spread the love

About the author

Da Redação

Da Redação

Aloha Spirit Club é a maior fonte de informação sobre water sports da América Latina. Nossa equipe traz até você conteúdos de qualidade e antenados com as novidades e tendências desse universo.


error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.