ASUPCE promove 2ª etapa do Circuito Cearense de SUP Race

Rio Cocó, em Fortaleza, é um dos destinos mais procurados pelos praticantes de stand up paddle da região. Foto: reprodução.

A Associação de Stand Up Paddle do Ceará promoverá no dia 8 de julho a 2ª etapa do Circuito Cearense de SUP Race Águas do Cocó. Em ritmo de copa do mundo, a etapa tem um número expressivo de participantes inscritos em todas as categorias abertas, incluindo a especial de paraatletas, e fortes emoções são esperadas nas águas do Rio Cocó, localizado no bairro da Sabiaguaba, em Fortaleza.

O local da prova é inspirador. O Parque Estadual do Cocó, nome alusivo ao rio, que corre por 15 diferentes bairros de Fortaleza, constitui uma grande reserva natural e de conservação de espécies, representando o quarto maior parque urbano da América Latina.

Para os amantes do stand up paddle e da canoagem, o Rio Cocó representa um espaço nobre para as remadas. Frequentemente a ASUPCE promove travessias ao longo do Rio, as quais variam de 2 km a 20 km, a depender do perfil dos participantes. Para a paulista, residente no Ceará, Luciana Romano, praticante de stand up paddle e filiada à ASUPCE, remar no Rio Cocó é a certeza da escolha perfeita pelo local para morar. Segundo ela é a oportunidade de contato pleno com a natureza, “sem sair de casa”, é respirar ar puro e curtir apenas o barulho do remo na água, da correnteza batendo na prancha e o canto dos pássaros, simplesmente imperdível.

DIVERSAS ATIVIDADES

Na programação da 2ª etapa do circuito cearense de stand up paddle, diversas atividades paralelas farão do dia 8 de julho um evento inesquecível.

O viés do ecoturismo e da preservação do meio ambiente está presente de modo muito forte no evento. Durante todo o dia haverá a exposição intitulada “Nosso litoral e o combate ao lixo marinho”, sob a responsabilidade do educador ambiental Juaci Araújo, integrante do Projeto Limpando o Mundo, que estará presente no evento em parceria com a Associação Brasileira do Lixo Marinho (ABLM). Além disto, integrantes da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (SEUMA) da Prefeitura de Fortaleza estarão desenvolvendo ações ecológicas e de consciência ambiental, com a distribuição de mudas de plantas e também limpeza das áreas de rio e mangue.

Para completar a intensa movimentação ecológica, estão programados dois passeios ao Ecomuseu do Mangue, situado pertinho da área de competição. A ideia é oportunizar aos remadores e seus familiares, além do público presente, conhecer este importante equipamento que promove a defesa do meio ambiente. A visita poderá ser a pé, de caiaque ou de stand up paddle.

O Grupo suppilates brasil, sob a coordenação da Fisioterapeuta Elayne Vieira promoverá aulões de sup pilates no período da manhã e o Professor Ygon Maia, Educador Físico campeão de SUP Wave, do Movimento Funcional Fortaleza, promoverá aulões de funcional para os presentes.

A programação paralela ainda conta com a presença da Dermatologista Kaline Ferraz, profissional de referência na área, que fará um bate papo abordando a importância dos cuidados com a pele, em especial por parte de quem pratica esportes exposto ao sol. A profissional falará também sobre a prevenção do câncer de pele.

A cena musical ficará sob a responsabilidade de Serginho Melo, do Projeto Águas do Som, que pretende repetir o grande sucesso da participação no recém ocorrido Festival de Esportes Aquáticos de Amontada, oportunidade em que conquistou inúmeros fãs do stand up paddle, com uma performance digna de muitos elogios.

E para a festa ser completa, nada como um local de apoio extremamente aconchegante e bucólico. A ASUPCE escolheu o Portal Ecomangue, um dos locais mais bacanas para se curtir um domingo em Fortaleza. Cerveja gelada, caipiroscas, culinária regional, em especial os “pratos do mar” (peixe, camarão, caranguejo, etc.), petiscos e um excelente atendimento são a receita perfeita para um dia da melhor gastronomia cearense, e tudo isso de frente para o Rio Cocó e na perspectiva se assistir de camarote as competições de stand up paddle e um belíssimo e inesquecível por do sol.

De tão bucólico que é o local, a turma da natação, capitaneada por Thiago Macedo, da Shark Assessoria Aquática, também marcará presença e programou um nado recreativo no final da tarde para também curtir a acompanhar a vibe do stand up paddle, em uma integração que tem gerado grandes eventos em parceria com a ASUPCE, a exemplo da 3a etapa do circuito cearense de stand up paddle, que ocorrerá dia 18 de agosto.

SOBRE AS PROVAS

Vista aérea da região.

Sobre as provas propriamente ditas, há atletas inscritos em todas as categorias: Kids, Júnior, Fun Race e Race, Masculino e Feminino. As disputas prometem ser acirradas, com destaque para o campeão Paulo Vasco, que há tempos não é batido e tem dominado a principal categoria (Race Pro). Representantes de várias escolas e times estarão presentes na competição: Kykelite, Ceará SUP Club, Aldeia SUP e SUP Fortal já garantiram presença.

Na categoria especial, além do SUP, também haverá provas de caiaque. A participação de atletas do Projeto de Inclusão Remar, realizado no Colosso Fortaleza, será maciça, assim como de integrantes do Projeto Rema que dá certo. Para Paulo Marcello Porto, Vice-Presidente da ASUPCE, a inclusão dos atletas portadores de deficiência é prioridade absoluta da entidade, e representa uma forma de horizontalizar o acesso ao esporte. Os atletas representam verdadeiras lições de superação para todos os presentes e vê-los “voar” na água é bastante recompensador.

Para Alexandre Nogueira, Presidente da ASUPCE, a realização desta etapa representa mais um marco da atual gestão, que tem se caracterizado por agregar todos os amantes do stand up paddle do Ceará. Para ele, na ASUPCE todos tem igual grau de importância, desde o praticante de ocasião até o atleta de alta performance.

“Hoje temos uma sintonia perfeita, todos sabedores que juntos somos muito fortes e podemos promover eventos que ficarão para a história, basta ver os inúmeros registros e a repercussão pós-evento”, comenta.

Alexandre cita a dificuldade de apoios que viabilizem financeiramente a realização das etapas, porém ressalta que as mesmas se auto sustentam e o mais importante é promover o esporte e a integração entre os praticantes. Seguindo a tradição dos eventos anteriores, a ideia não é apenas valorizar a competição em si, mas tudo que a ela se agrega: interatividade, inclusão social, participação de portadores de deficiências, ações de natureza ecológica e educação ambiental e principalmente a visibilidade que se agrega ao esporte com a realização dos eventos.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA DO EVENTO:

2a Etapa do Circuito Cearense de Stand Up Paddle

Local: Portal Ecomangue.

Sabiaguaba. Rio Cocó. Fortaleza.

Data: 8 de julho de 2018.

7h – Abertura dos trabalhos. Staff da ASUPCE.

8h – Aulão de SUP Pilates.

Equipe da Professora Elayne Vieira (Fisioterapêuta) – SUP Pilates Brasil.

9h /10h – Provas de Stand Up Paddle kids.

Provas de Stand Up Paddle e Caiaque PCD (paratletas).

10h / 11h – 1ª Oficina de Stand Up Paddle (Professor Carlos Leite).

Passeio Ecológico no Rio Cocó com visitação ao Ecomuseu do Mangue (Opções a pé, SUP ou Caiaque).

1º Aulão Funcional com o Professor Ygon Maia (Movimento Funcional Fortaleza)

11h – Bate papo com a Dra. Kaline Ferraz (Dermatologista).

Tema: Prevenção do câncer de pele para quem pratica esportes exposto ao sol.

11h30 / 12h30 – 2ª Oficina de Stand Up Paddle (Professor Carlos Leite).

Passeio Ecológico no Rio Cocó com visitação ao Ecomuseu do Mangue (Opções a pé, SUP ou Caiaque).

2º Aulão Funcional com o Professor Ygon Maia (Movimento Funcional Fortaleza)

12h30 – Briefing e Congresso Técnico das competições.

13h – 16h30 – Competições

Spread the love

About the author

Da Redação

Da Redação

Aloha Spirit Club é a maior fonte de informação sobre water sports da América Latina. Nossa equipe traz até você conteúdos de qualidade e antenados com as novidades e tendências desse universo.


error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.