Circuito Cearense de SUP Wave II Etapa

As meninas mais uma vez representaram no SUP Wave. Foto: Talles Freitas.

Entre os dias 16 e 18 de março a ASUP-CE/Associação Cearense de SUP em parceria com a ASL/Athletic SUP League, realizaram a 2ª Etapa do Circuito Cearense de Stand up Paddle Wave. O evento rolou na paradisíaca Praia da Taibinha, localizada a 70km da Capital cearense, no município de São Gonçalo do Amarante e foi evento marcado pelo espírito Aloha da alegria, diversão, confraterninação e claro, muita disputa dentro d’água.

Os duelos tiveram início no sábado, com as primeiras fases das categorias Amador e Open/Pro. Na Open/Pro, destaque para Tiago Notttingham, que usou toda a sua experiência em multiesportes radicais para aproveitar melhor as ondas e avançar para a semifinal, superando Pedro Carvalho, deixando assim, livre o caminho para a liderança do circuito.

Entre os amadores o destaque do sábado ficou por conta da participação do competidor potiguar, Francisco Valdemir, que chegou trazendo muita energia positiva para avançar até as semifinais vencendo todas as baterias que participou.

O Domingo

Ygon Maia. Foto: Talles Freitas.

O grande domingo de finais amanheceu com uma forte chuva, mas que rapidamente deu lugar a um sol radiante para o show dos principais astros e estrelas da competição. Os primeiros finalistas a entrar na água foram os atletas da Super Master, Henrique Steindorfer e Marcelino Mota que deram início aos duelos pelos títulos das categorias em disputa nesta etapa. Melhor para Henrique Steindorfer, que conseguiu escolher boas ondas para superar Marcelino.

Na sequência foi a vez das meninas darem seu show. Destaque para Kilvia Cardoso, que mesmo com o joelho lesionado, venceu a segunda etapa e segue disparada na liderança do circuito, somando duas vitórias em duas etapas. Na segunda colocação tivemos Carol Barcellos, outro destaque da competição, não somente entre as meninas, mas também entre os homens, já que Carol deu calor nos meninos da categoria Master, por pouco não chegando até a final. Na terceira colocação ficou a atleta de Jericoacoara, Vanessa Lima, que mostrou bastante evolução em seu primeiro ano de circuito. Completando o pódio ficou a também local de Jericoacoara, Carol Piechocki.

Entre os Amadores o grande campeão foi o atleta potiguar Francisco Valdemir, que mostrou um surf fluido e consistente para levar para o Rio Grande do Norte o troféu de campeão da 2ª Etapa do Circuito Cearense de SUP WAVE na categoria Amador. Vale ressaltar que Valdemir, além de superar o talentoso atleta local Célio Santos, que terminou em segundo, venceu todas as baterias as quais participou, em uma atuação digna de reconhecimento. Na terceira colocação ficou o jovem atleta da nova geração, Killreges Cardoso, com Delano Pinheiro terminando na quarta colocação.

2ª etapa cearense de Sup Wave. Foto: Talles Freitas.

Entre os Masters, a final foi mais um grande duelo entre Heyner Fortunato e Alberto Almeida, que travam uma batalha direta pelo título do circuito. Heyner optou por escolher a zona intermediária e com isso conseguiu pegar as melhores ondas da bateria para conquistar a vitória na bateria e assumir a liderança do circuito. Na terceira colocação ficou o local de Paracuru, José Abílio e completando o pódio tivemos Carol Barcellos, que também surpreendeu competindo entre os homens e fazendo belas apresentações.

Na principal e mais esperada bateria de todo o evento, a final da categoria Open/Pro, os competidores Ygon Maia e Paulo Emílio deram um verdadeiro show de surf mostrando toda versatilidade e alto nível que o SUP cearense tem atingido nos últimos anos. Contudo, foi Ygon Maia quem levantou a galera ao arrancar dos árbitros a melhor nota de todo o evento, nada menos que um 9,17, deixando Paulo Emílio com a difícil missão de superar seu high score.

No final, Ygon Maia comemorou o título da etapa e seu retorno à disputa do título do circuito. Paulo emílio, apesar da segunda colocação, também comemorou bastante o resultado que o colocou na liderança do circuito. Na terceira colocação ficou Tiago Nottinham e em quarto, Paulo Marcelo.

Carol Barcellos competiu tanto na categoria feminino quanto na masculino. Foto: Talles Freitas.

Para Alexandre Nogueira, Presidente da ASUP-CE, a 2ª Etapa do Circuito Cearense de SUP Wave foi mais um evento de sucesso:

“Pra nós é uma alegria muito grande realizar duas etapas de nosso circuito em um período de menos de um mês. A adesão maciça dos atletas e apoio incondicional dos parceiros é o combustível que nos impulsiona a continuar acreditando no SUP e no esporte cearense. Sem esse suporte nada disso estaria acontecendo. Não posso deixar de agradecer à Prefeitura de São Gonçalo do Amarante, nas pessoas da Secretária de Cultura e Turismo, Maria Vênus e o Coordenador Lírio, que não mediram esforços para viabilizar demandas sem as quais seria impossível a realização desse evento com tanto êxito”, declarou o dirigente.

Acompanhamento Médico

Outra iniciativa da ASUP-CE que vem repercutindo muito bem entre os atletas é o Acompanhamento Médico sistemático promovido pela Drª Eve Marson, que pretende fazer um mapeamento da saúde física de todos os competidores do circuito, com avaliações trimestrais de exames laboratoriais, ergométricos, dentre outros.

“As vezes as pessoas acham que, apenas por praticar esportes, elas estão saudáveis e isso pode acabar representando um grande risco à saúde. Nossa intenção é, em todas as etapas, realizar palestras de concientização, esclarecimento de dúvidas e incentivar para que os competidores adquiram o hábito de realizar alguns exames que são imprescindíveis para que possamos monitorar nossa saúde de maneira adequada”, afirmou Drª Eve.

Heyner Fortunato. Foto: Talles Freitas.

P.A.S. na Taibinha

A estrutura principa da 2ª Etapa do Circuito Cearense de SUP Wave foi montado em frente ao Projeto P.A.S.-Ponto de Apoio ao Surf. Com uma pegada ambiental de promoção da conscientização pelo cuidado com a natureza, o local tem se consolidado como ponto de difusão cultural e fez jus ao nome, oferecendo toda estrutura de alimentação para que os atletas não precisassem se ausentar do local da competição.

Famílias SUP Wave

2ª etapa cearense de Sup Wave. Foto: Talles Freitas.

Outro diferencial que vem se consolidando nesse circuito é o apoio maciço das famílias dos competirores. Durante todo o evento crianças, esposas, namoradas e em alguns casos, faílias inteiras, contribuíram para trazer brilho e alegria para a área de competição.

Próxima Etapa

Agora, o circo da ASUP-CE e da ASL vai com tudo para a terceira etapa, que deverá acontecer nos dias 21 e 22 de abril, na Praia do Porto das Dunas, município de Aquiraz.

RESULTADOS DA 2ª ETAPA

Pódio Master da II Etapa do Circuito Cearense de SUP Wave 2018. Foto: Delano Pinheiro.

OPEN/PRO

1º  Ygom Maia

2º Paulo Emílio

3º Tiago Nottingham

4º Paulo Marcelo

AMADOR

1ºFco Valdemir

2ºCélio Santos

3º Killreges Cardoso

4º Delano Pinheiro

MASTER

1º Heyner Fortunato

2º Alberto Almeida

3º José Abílio

4º Carol Barcellos

FEMININO

1ª Kilvia Cardoso

2ª Carol Barcellos

3ª Vanessa Lima

4ª Carol Piechocki

SUPER MASTER

1º Henrique Steidorfer

2º Marcelino Mota

Spread the love

error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.