Cearense de SUP Wave tem sua abertura com ondas épicas

Alberto Almeida. Cearense de SUP Wave, praia do Ronco do Mar, Paracuru. Foto: Cine Brothers.

Rolou neste fim de semana, 24 e 25/02, a etapa de abertura do Circuito Cearense de SUP Wave 2018. O palco foi a paradisíaca praia do Ronco do Mar, localizada em Paracuru, que recebeu de braços abertos todos os atletas e seus familiares que foram até o município competir ou simplesmente prestigiar o início da corrida pelos títulos das cinco categorias em disputa.

GALERIA DE IMAGENS – AQUI

Na Open/Pro, categoria mais importante do certame cearense de SUP Wave, o local de Jericoacoara, Pedro Carvalho, mostrou que está em grande forma física e técnica. Com um surf fluido e um repertório de variadas manobras o atleta conseguiu impressionar os árbitros para cravar as três maiores notas da competição, 9.5, 9.5 e 10.00 e faturar o troféu mais cobiçado da competição.

Mas, Pedrinho não teve vida fácil para superar o vice-campeão Paulo Emílio, que vendeu caro a derrota acreditando na vitória até a última onda, vindo de uma semifinal acirrada onde superou por muito pouco o atleta Heyner Fortunato, que mostrou um surf contundente  para terminar na terceira colocação.Completando o pódio tivemos o multiatleta Tiago Nottingham na quarta colocação dessa categoria.

Paulo Marcelo Porto. Cearense de SUP Wave, Ronco do Mar, Paracuru. Foto: Talles Freitas.

“Estou muito feliz com o resultado e focado em me dedicar cada vez mais ao SUP Wave. Esse evento foi uma ótima oportunidade para mostrar algumas manobras que venho treinando bem como o resultado de minha primeira viagem ao Havaí. Espero seguir evoluindo e conseguir conquistar o título do circuito. Gostaria também de parabenizar a organização da competição pelo grande evento. Foi incrível estar junto dessa família nesses dois dias de ondas espetaculares!”, declarou Pedrinho.

Entre os amadores o troféu de primeiro lugar foi para a Praia do Iguape nas mãos da mais nova revelação da modalidade naquela região, Killreges Cardoso, que mostrou muita intimidade com as boas ondas que rolaram para largar na frente da corrida pelo título da Categoria Amador. A segunda colocação ficou com David Jesus, de Pernambuco, que apesar de ter surfado muito bem durante todo o evento, não conseguiu superar Killreges. Em terceiro ficou Delano Pinheiro e na quarta colocação, Yulo Coelho.

“Eu treinei muito para essa competição no Pontão do Iguape porque as ondas de lá lembram muito as direitas aqui do Ronco do Mar. As baterias foram bem difíceis e tive que me concentrar muito para superar meus adversários. Que bom que deu tudo certo. Não estou nem acreditando!”, declarou Killreges.

Na Open Feminino o troféu de campeã também foi pra Praia do Iguape nas mãos de Kilvia Cardoso. Irmã de Killreges, a jovem atleta de apenas 17 anos mostrou muita personalidade para superar grandes nomes do SUP cearense, como Marine Fernandes e Carol Barcellos, que terminaram na segunda e terceira colocações respectivamente. Na quarta colocação ficou a única representante do município de Paracuru na modalidade, Edna Gomes.

Carol Barcelos. Cearense de SUP Wave, praia do Ronco do Mar, Paracuru. Foto: Cine Brothers.

“Eu mal posso acreditar que consegui vencer. As meninas (Carol e Marine) são verdadeiras inspirações para mim. Foi vendo elas surfarem que resolvi me dedicar ao SUP e hoje eu realizo um sonho. Não tenho nem palavras para expressar o tamanho da minha felicidade”, declarou Kilvia.

Entre os Masters o grande campeão foi o atleta local José Abílio, que usou todo seu conhecimento do pico e habilidade para superar Heyner Fortunato, que por pouco não fica com o troféu de campeão. Em terceiro ficou o campeão da modalidade Race, Luiz Gegê, que também compete na Wave, com Alberto Almeida completando o pódio e anunciando que irá brigar pelo título do circuito até o fim.

Na Super Master o grande campeão foi Piotr Wysocky, com Henrique Steidorfer em segundo e Marcelino Mota em terceiro.

Durante dois dias o Circuito Cearense de SUP Wave viveu momentos inesquecíveis! Ondas de qualidade internacional criaram o pano de fundo perfeito para uma das maiores confraternizações que os boardsports no Ceará já presenciaram. Além disso, baterias inesquecíveis, sem esquecer a receptividade rara nesses tempos de crawd intenso em todas as praias do país, protagonizada pelos surfistas e moradores de Paracuru, provaram que Paracuru é, sem sombra de dúvida, a maior Surf City do estado do Ceará.

Agora, a Asup-Ce convida a todos os seus associados para repetir a festa na 2ª Etapa do Circuito, que rola entre os dias 17 e 18 de março na Praia da Taíba, localizada no município de São Gonçalo do Amarante. O sonho é repetir a etapa inaugural com ondas épicas. E quem será capaz de duvidar que isso se repita, já que essa turma provou que é pé quente?

Cearense de SUP Wave, praia do Ronco do Mar, Paracuru. Foto: Cine Brothers.

RESULTADOS

Open/Pro

1º Pedro Carvalho

2º Paulo Emílio

3º Heyner Fortunato

4º Tiago Nottingham

Amador

1º Killreges Cardoso

2º David Jesus-PE

3º Delano Pinheiro

4º Yulo Coelho

Feminino Open

1ª Kilvia Cardoso

2ª Marine Fernandes

3ª Carol Barcelos

4ª Edna Gomes

Master

1º José Abílio

2º Heyner Fortunato

3º Luiz Gegê

4º Alberto Almeida

Super Master

1º Piotr Wysocky

2º Henrique Steindorfer

3º Marcelino Mota

A 1ª Etapa do Circuito Cearense de SUP Wave 2018 contou com o patrocínio de Hotel Vento Brasil e Pousada 360º. Apoio Institucional: Prefeitura de Paracuru e Secretaria de Turismo. Apoio: Pena, Konibaa, Foca Off, Pousada Casa do Ângelo, Ceará SUP Club, Casa Vida Saudável e Bequini. Realização: Asup-Ce (Associação de SUP do Estado do Ceará) e ASL (Athletic SUP League). Chancela: CBSup.

Spread the love

error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.