Cearense de SUP tem previsão de ondas clássicas

Previsão de altas ondas em Paracuru deixa a comunidade do SUP Wave cearense animada para a prova deste final de semana.

Qualquer pessoa que pelo menos acompanhe competições de surf sabe como é raro a realização de eventos nos melhores dias de surf de uma temporada. E essa máxima não poupa nem mesmo grandes entidades como a WSL, a Liga Mundial de Surf Profissional, que costuma realizar seus eventos em uma janela de espera de no mínimo 11 dias no auge da temporada dos melhores picos do mundo. Acertar a data do melhor swell de um spot é sempre uma loteria.

Acontece que existem eventos e entidades que parecem ser “pé quentes” por natureza. E na 1a Etapa do Circuito Cearense de SUP, que rola neste fim de semana, dias 24 e 25/02, na Praia do Ronco do Mar, município de Paracuru, promovida pela ASUP-CE em parceria com a ASL (Athletic SUP League – Liga de Atletas de SUP Wave) os espíritos dos Reis Polinésios parecem estar sorrindo para a realização do evento que promete ser o de melhores ondas dos mais de 40 anos de história do surf cearense.

Claro que todos os esforços feitos pelas duas entidades para concretizar o sonho de qualquer atleta, que é competir em um evento com excelentes, ou pelo menos, boas condições de ondas, foram imprescindíveis, como por exemplo a escolha do local, o período e a data.

Mas, temos de admitir que a previsão de ondas épicas para o mesmo fim de semana de uma competição é algo que foge totalmente ao que costuma acontecer mundo a fora. E todos os fatores parecem estar corroborando para que a competição ocorra em condições épicas, já que a previsão de ondas, vento e chuva é muito rara. E isso está mexendo com o imaginário de muitos competidores que já estão se vendo surfando algumas das melhores ondas da vida em uma situação inimaginável para os dias de hoje: apenas você e mais três pessoas na água.

Daí a expectativa dos organizadores do evento em reunir um grande número de praticantes de Stand Up da modalidade Wave nas categorias Iniciante, Amador, Open, Master (40+), Super Master (50+) e Feminino, afinal de contas, ninguém pode prever quando todas essas variáveis irão se combinar novamente para produzir as ondas que estão sendo esperadas para o próximo final de semana.

Com toda essa expectativa tanto os atletas que já possuem títulos cearenses, quanto os que sonham com um lugar ao sol no panteão dos campeões, estão ansiosos para a abertura do circuito. Dentre eles os atuais campeões das categorias Open, Paulo Emílio Tavares, Master, Alberto Almeida, e Feminino, Marine Fernandes.

E ainda teremos a presença já confirmada de outros grandes atletas da categoria masculino como Ygon Maia, Tiago Nottingham, Carlos Leite, Paulo Vasco, Paulo Marcelo Porto, Adriano Bastos, Tom Amorim, Delano Pinheiro, Heyner Fortunato, Yulo Coelho, José Abílio, Henrique Steindorfer, Flávio Ramalho e Piotr Wysocki, e da categoria feminino como Carol Piechocki, Kilvia Cardoso, Marine Fernandes e Ana Carolina Barcellos, que foi campeão cearense em 2014 e atualmente é a atleta cearense e nordestina de maior expressão no cenário do Sup Wave Nacional.

INSCRIÇÕES E INFORMAÇÕES GERAIS:

A programação completa, envolvendo congresso técnico, briefing, regulamento e horários das baterias, será publicada no evento criado no Facebook: 1a Etapa do Circuito Cearense de SUP WAVE e no grupo oficial de Filiados 2018 da ASUPCE.

Também poderão ser solicitadas informações através do e-mail: [email protected] ou pelo telefone (85) 9.8895.1604, falar com Heyner Fortunato.

Spread the love

error: Entre em contato para ter essa noticia em seu site. Obrigado.